<
>

Atlético de Madrid tem pior ataque da era Diego Simeone, mesmo gastando milhões em reforços

Na última janela de transferências, o Atlético de Madrid gastou quase 270 milhões de euros (R$ 1,211 bilhão) em reforços.

O mais caro de todos foi o meia-atacante João Félix, que veio do Benfica por 126 milhões de euros (R$ 565,16 milhões) e já vem causando furor em LaLiga e na Champions.

Mas, apesar de todo esse investimento, o técnico Diego Simeone parece não estar disposto a abrir mão de alguns de seus velhos conceitos, como a prioridade à defesa.

Na atual temporada, o Atleti tem simplesmente o pior desempenho ofensivo desde que o Cholo assumiu os colchoneros, em janeiro de 2012.

Ao mesmo tempo, o clube alvirrubro segue uma verdadeira "fortaleza" defensiva, levando pouquíssimos gols.

Números levantados pelo jornal El País mostram que, atualmente, o Atlético leva apenas 0,5 gol/jogo, algo próximo de seu melhor desempenho defensivo na história - a campanha 2015/16, quando teve média de 0,47 gol contra/jogo.

No entanto, o clube está fazendo apenas 0,9 gol/jogo, a pior média desde a estreia de Simeone, em um empate por 0 a 0 com o Málaga.

Antes disso, as piores médias foram 1,4 gol/jogo, nas temporadas 2011/12 e 2018/19.

O diário mais importante da Espanha vê desequilíbrio nas ideias do treinador atleticano.

"O crescimento esportivo alcançado pelo Atlético com Simeone, o que lhe permitiu confeccionar elencos cada vez mais caros e, em teoria, melhores e mais complexos, nos depara agora com um Atlético praticamente não teve jogos vencidos com folga. A maioria são encontros agônicos no placar, com uma equipe que geralmente compete fisicamente até a extenuação, mas em que faltam gols e jogadas ofensivas que resolvam as partidas com maior tranquilidade", escreve.

Vale citar que o Atlético também tem atualmente sua pior média de finalizações da "era Simeone": apenas 9,9 chutes por jogo, com média de 3 arremates corretos por jogo.

Até hoje, a melhor média do Cholo foi em 2011/12, com 14,1 finalizações por partida, sendo 5,2 corretas em média.