<
>

Barcelona diz que ainda deve R$ 425 milhões pela compra de Philippe Coutinho, mas não para o Liverpool

O Barcelona publicou nesta segunda-feira seus relatórios financeiros referentes à temporada 2018/19. E entre tantos números, um valor despertou a atenção da imprensa inglesa.

De acordo com os documentos, o Barça ainda deve quase 100 milhões de euros pela compra do meia Philippe Coutinho, então no Liverpool, em janeiro de 2018.

Para ser exato, o time blaugrana ainda precisa pagar 94,6 milhões de euros (R$ 425 milhões) pela transferência do brasileiro.

Desse montante, 27,9 milhões de euros (R$ 125,25 milhões) precisam ser quitados até o final da temporada 2019/20, enquanto 66,7 milhões de euros (R$ 299,43 milhões) são para uma data posterior não determinada.

Contudo, quem tem que receber essa verdadeira "bolada" é um mistério...

Isto porque, segundo o jornal Liverpool Echo, o Liverpool só tem direito a mais 5 milhões de euros (R$ 22,45 milhões) que ainda não foram pagos.

Os seja: os Reds já receberam (e gastaram em Virgil van Dijk e Alisson) 155 milhões de euros (R$ 695,83 milhões) do Barça por Coutinho, o que dá quase 100% do valor combinado.

As contas do Barcelona mostram, porém, que alguém ainda tem que receber 94,6 milhões de euros pelo meio-campista brasileiro.

O diário inglês aponta que pode se tratar de algum intermediário, mas não dá certeza.

Procurado pelo Liverpool Echo, os Reds não quiseram comentar o caso. O jornal apurou, todavia, que só restam mesmo 5 milhões de euros a serem recebidos pelo líder da Premier League.

Coutinho foi um fracasso retumbante na Catalunha, tendo jogado apenas um ano e meio pelos culés.

Atualmente, ele está emprestado ao Bayern de Munique, que pagou 8,5 milhões de euros (R$ 38,16 milhões) pela operação, além de ter assumido os salários do atleta.

Após a temporada 2019/20, o gigante alemão tem a opção de comprar Philippe por 120 milhões de euros (R$ 538,70 milhões).