<
>

O adeus 'de ouro': Jill Ellis comanda Estados Unidos pela última vez e deixa o cargo com duas Copas e recordes a serem batidos

Após a partida contra a Coreia do Sul, neste domingo às 15h, os Estados Unidos ficarão sem técnica. Em julho, após a Copa do Mundo, Jill Ellis informou que não seguiria no cargo de treinadora da seleção feminina norte-americana.

Apesar de deixar o comando da seleção, Jill irá continuar trabalhando no futebol norte-americano como Embaixadora, que inclui representar a Federação em eventos e ações oficiais.

A inglesa sai do cargo e leva consigo um currículo 'de ouro': 131 jogos (recorde na seleção feminina), 106 vitórias, sete derrotas e 18 empates. Além de 'só' duas Copas do Mundo (2015 e 2019).

A treinadora, no último amistoso da Victory Tour, que celebra o título mundial dos EUA, quebrou o recorde de técnica(o) com mais vitórias na história da seleção norte-americana. Ela deixou para trás Tony DiCicco e assumiu o posto.

No último dia 23 de setembro, Ellis foi eleita pela segunda vez a melhor técnica do mundo pela Fifa (2015 e 2019).

Relembre alguns momentos marcantes:

Título da Copa do Mundo de 2015, no Canadá

Eleita melhor técnica do mundo em 2015

Obama recebe camisa do time campeão

Título da Copa do Mundo de 2019, na França

Eleita melhor técnica do mundo em 2019