<
>

Primeiro chinês a marcar em competição europeia, 'Maradona da China' mudou 89% da torcida do país e tem impacto 14x maior que Messi

play
Real em campo, festival de Premier League e jogaços na NFL: os destaques do WatchESPN (1:18)

Mariana Spinelli te deixa por dentro da programação dos canais ESPN (1:18)

Wu Lei não cansa de quebrar barreiras.

Após ser artilheiro e campeão da Super Liga Chinesa em 2018, o atacante chegou ao Espanyol e se tornou o primeiro chinês a jogar em LaLiga.

Nessa quinta-feira, ele balançou as redes do CSKA Moscou pela Liga Europa, foi parte fundamental na vitória do seu time fora de casa e, pela primeira vez, a China comemorou um gol de um atleta seu em uma competição europeia.

Após receber em profundidade, ele deslocou o goleiro e com apenas um toque partiu para o abraço. Mas muito antes disso já era chamado de 'Maradona da China', apelido que carrega durante a carreira.

Seu impacto chega a ser imensurável. Wu Lei é o primeiro futebolista chinês que começa a quebrar barreiras globais no esporte mais popular do mundo.

Pouco antes da temporada atual começar, a empresa de consultoria Kantar comandou um estudo que mostrou que 89% dos fãs de futebol na China haviam se tornado torcedores do Espanyol. Dentre todos os questionados, 64% confirmaram que o atacante é um assunto recorrente em rodas de conversa com seus amigos.

Outro modo de ver como Wu Lei se tornou uma febre, é compará-lo com Messi. Antes de seu primeiro clássico da Catalunha, em março, o Marca revelou números do atacante. Sua estreia, contra o Villareal, foi assistida por 40 milhões de chineses, apesar dele ter jogado apenas os últimos 12 minutos. Segundo LaLiga, quando ele fez seu primeiro gol pelo clube, contra o Valladolid, ele teve 14 vezes o impacto dos gols do camisa 10 do Barcelona na China.

É curioso que, em 2008, Wu Lei foi gandula nas Olimpíadas de Pequim, e inclusive tietou ídolos como Messi e Aguero, que jogavam pela eleção olímpica da Argentina.