<
>

Uefa muda regulamento e tira Alemanha da 'Segundona' da Liga das Nações após 'canetada'

Neuer comemora gol da Alemanha em jogo da Liga das Nações da Uefa Getty Images

A Uefa (União das Federações Europeias de Futebol) anunciou nesta terça-feira algumas modificações no regulamento da Liga das Nações, competição de seleções criada em 2018 e que teve sua primeira edição na temporada 2018/19.

A entidade que rege o futebol europeu ampliou o número de seleções nas três primeiras divisões (Ligas A, B e C) de 12 para 16.

Haverá ainda uma quarta divisão (Liga D), que contará com sete equipes.

Com isso, foi confirmada a "virada de mesa" que já se previa na última segunda-feira, quando a imprensa europeia mostrou que a Alemanha poderia ser salva de disputar a "Segundona" na "canetada".

O time germânico, que foi rebaixado na última Liga das Nações ao terminar na lanterna do grupo 1, atrás de Holanda e França, seguirá desta forma na elite.

Ao lado da Alemanha, completam a Liga A os outros quatro times que subiram da Liga B: Dinamarca, Suécia, Ucrânia e Bósnia-Herzegovina.

A edição 2018/19 da Liga das Nações foi extremamente exitosa, com estádios lotados e ótimos contratos de direitos de TV.

A ausência da Alemanha, porém, era visto como algo que pode derrubar esses números, o que ajudou a Uefa a "virar a mesa" já para a próxima edição do torneio.

Portugal é a atual campeã do torneio continental, tendo vencido a Holanda por 1 a 0 na grande final.

A próxima edição, que será disputada entre 2020 e 2021, começa em 3 de setembro de 2020, com a grande final em junho de 2021.

O sorteio dos grupos será em março de 2020.