<
>

Sampaoli diz que Santos o emocionou no 1º tempo de derrota: 'Muito superior'

play
Sampaoli elogia Santos, mas lamenta: 'Na derrota, termina perdendo todo o valor' (1:44)

Treinador argentina falou que sua equipe teve valentia no revés para o Grêmio na Vila Belmiro (1:44)

O técnico Jorge Sampaoli diz que ficou emocionado com o domínio do Santos no primeiro tempo da derrota por 3 a 0 para o Grêmio neste sábado, na Vila Belmiro, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Santos criou chances, mas não aproveitou. Na segunda etapa, sofreu três gols e não conseguiu reagir.

“Grêmio está na semifinal da Libertadores e fomos para cima. Quando ganhamos em Porto Alegre (no primeiro turno) não tivemos o volume de jogo. E ganhamos. E sofremos. É difícil explicar o futebol às vezes, é aproveitar o momento. Aproveitar as chances. Tivemos 40 minutos de domínio incessante, atacando por todos os lados, e poderíamos ter feito gol para complicar o plano do rival. E eles fazem gol numa bola parada estranha (no primeiro gol). Temos que assumir essa realidade que nos toca viver no futebol. E eu, como parte principal da derrota, tenho que aceitar", afirmou.

"E disse aos jogadores que no primeiro tempo eles me emocionaram pela quantidade de situações criadas contra equipe muito forte, que pode jogar final da Libertadores. Mas é gol, é o resultado, difícil que se crie análise do desenvolvimento, porque se analisa ganhar ou perder. A imagem final deteriora qualquer coisa, tomara que não deteriore a gente e que continuemos mantendo nossa ideia, que é o que nos faz brigar em cima”, disse Sampaoli, em entrevista coletiva.

Com mais um tropeço na Vila, o Alvinegro fica a oito pontos do Flamengo e pode terminar a rodada a cinco do Palmeiras, que enfrenta o Fortaleza neste domingo. Sampaoli minimizou a briga pelo título.

“Trabalharemos para ganhar o próximo jogo. Nem estando líder eu imaginava não pensar no próximo jogo. O próximo é o mais importante e assim sucessivamente. Hoje somos ruins, depois somos muito bons. E futebol é parte da vida e sociedade”, concluiu.

O Santos voltará a campo para enfrentar o Fluminense na quinta-feira, no Maracanã, pela 21ª rodada do Brasileirão.