<
>

Cuesta lamenta vice da Copa do Brasil no Inter: 'Ferida vai ficar para sempre'

play
Vice do Internacional diz que Athletico mereceu título, mas reclama: 'Jogadores caindo, fazendo cera o tempo todo' (1:16)

Roberto Melo ficou na bronca com postura dos visitantes no Beira-Rio (1:16)

A derrota do Internacional para o Athletico-PR na final da Copa do Brasil não será facilmente superada pelo zagueiro Víctor Cuesta. Em entrevista coletiva, o defensor, que foi o primeiro jogador do Colorado a falar depois da decisão, lamentou o vice-campeonato e afirmou que a ferida do revés “vai ficar para sempre”.

“A ferida vai ficar para sempre, mas não vai me afetar quando estiver em campo ou treinando no clube. Vou deixar isso para quando estiver na minha casa. Na hora de trabalhar, vou dar meu melhor. Tem muita coisa pela frente. A gente tem equipe competente para brigar de igual para igual. É trabalhar e focar para brigar pelo Brasileiro”, declarou o jogador de 30 anos.

Cuesta ainda projetou a briga pelo título do Campeonato Brasileiro, única competição restante para a equipe gaúcha na temporada.

“Conversamos e nos cobramos. Sabemos que temos que melhorar. Não fizemos bons jogos na final. Pela expectativa que tinha criado, é frustrante a derrota. Mas tem jogo agora. Estamos no caminho certo no Brasileiro. São nove pontos, mas dá para brigar, pois temos um bom elenco e temos treinado muito bem para fazer esse tipo de jogo”, completou.

No momento, o Internacional ocupa a quarta colocação no Brasileirão, com 33 pontos conquistados. O líder é o Flamengo, que tem 42 pontos. Neste domingo (22), às 11h (de Brasília), o Colorado recebe a Chapecoense no Beira-Rio, pela 20ª rodada do campeonato nacional.