<
>

Mourinho gastou mais, mas Guardiola comprou mais 'camarões'; veja o ranking dos técnicos que mais investiram em reforços

play
Jogaço na Premier League, 'mundaréu' da NFL e muito mais: os destaques do WatchESPN (1:20)

Mariana Spinelli te deixa por dentro da programação dos canais ESPN (1:20)

José Mourinho está sem clube desde dezembro do ano passado, mas ostenta uma curiosa marca e bem à frente dos demais concorrentes. Ele é o técnico que mais gastou em contratações na carreira, segundo levantamento do ESPN FC.

Na soma, os clubes em que trabalhou investiram 1,6 bilhões de euros (hoje, R$ 7,35 bilhões) em contratações por 97 reforços.

Alguns nomes que são facilmente lembrados, como Paul Pogba, que deixou a Juventus e foi para o Manchester United por 105 milhões de euros (R$ 482,1 milhões), Romelu Lukaku, do Everton para o United por 84,7 milhões de euros (388,8 milhões) e Fred, do Shakhtar para o United por 59 milhões de euros (R$ 271 milhões).

Fechando o top-5 de contratações mais altas da carreira de Mourinho estão Matid, que veio do Chelsea para o United por 44,7 milhões de euros (R$ 205,3 milhões) e Andrii Shevchenko, que deixou o Milan para jogar no Chelsea por 43,8 milhões de euros (R$ 201,2 milhões).

Mas Mourinho também excedeu em nomes que muitos consideraram supervalorizados, apesar de bons jogadores. Por exemplo, o Real Madrid pagou 30 milhões de euros (R$ 137 milhões) ao Benfica para contratar Fábio Coentrao, enquanto o Chelsea investiu a mesma quantia em Ricardo Carvalho, do Porto.

O segundo treinador neste ranking é o italiano Carlo Ancelotti. Os clubes em que trabalhando gastaram 1,2 bilhão de euros, na soma. O valor corresponde a R$ 5,51 milhões de euros. Foram 85 atletas contratados por indicação dele, espalhados por vários clubes.

A terceira colocação é de Pep Guardiola e numa situação curiosa. Ele gastou o mesmo valor de Ancelotti, mas trazendo menos reforços para os clubes que contratou. Foram 52. A diferença dele para os dois primeiros do ranking é que ele investiu mais em "camarões", expressão usada por Luiz Felipe Scolari para grandes jogadores.

O top-5 dele tem nomes como Ibrahimovic (69,5 milhões de euros ou R$ 316 milhões), Laporte (65 milhões de euros ou R$ 298,7 milhões), Benjamin Mendy (57 milhões de euros ou R$ 262 milhões), John Stones e Walker (52 milhões de euros ou R$ 239 milhões).

Veja abaixo o ranking completo