<
>

Premier League: confira entrevista exclusiva com Willian, do Chelsea

Willian costuma jogar no lado direito do ataque, mas pode também pela esquerda ou meia armador centralizado. Capaz de dribles velozes, ele ainda coleciona assistências e possui uma finalização perigosíssima de fora da área.

A versatilidade que mostra em campo se reflete fora dele. Afinal, teria talento também para ser músico. Pagodeiro, mais especificamente. Pelo menos é o que o próprio jogador do Chelsea diz, em tom bem-humorado.

"Acho que sim, acho que conseguiria chegar em algum lugar", responde, aos risos, ao ser questionado em entrevista exclusiva aos canais ESPN se teria futuro com o pandeiro na mão. Mas na Inglaterra não é todo mundo que acompanha o ritmo. "Ainda mais quando tem que tocar rápido, aí dificulta mais ainda".

Aos 31 anos, Willian também se aventura no empreendedorismo.

Com a experiência de quem já ganhou Copa da Uefa com o Shakhtar Donetsk, a Premier League a Liga Europa com o Chelsea e de quem já disputou Copa do Mundo e faturou a Copa América com a seleção brasileira, o meia-atacante viveu e vive no mais alto nível do futebol. Aliás, acaba de completar 200 partidas no Campeonato Inglês. Tal condição o fez lançar o próprio curso online voltado para jovens que querem ser jogadores profissionais.

'Como se tornar um jogador de sucesso': Willian cria curso online e faz festa de gala em Londres

Apesar dos assuntos extracampo, o foco está no que ocorre dentro das quatro linhas, ainda mais em um momento de turbulência do Chelsea. A equipe está na sexta colocação do Inglês, já foi goleado pelo Manchester United, tem a segunda pior defesa da competição e estreou perdendo na Champions League em casa para o Valencia. O time londrino voltará a campo no domingo, quando receberá o Liverpool no Stamford Bridge, às 12h30 (de Brasília), com transmissão da ESPN Brasil e WatchESPN.

Um dos fatores para a oscilação é a mudança no estilo da equipe londrina, que ainda precisa de um tempo para ser implementada. Depois da saída do técnico Maurizio Sarri ao final da última campanha, os Blues encontraram no ídolo Frank Lampard o substituto.

“Em seis anos no clube, tive cinco treinadores, e cada um com sua filosofia de trabalho”, declarou Willian, que ainda comentou sobre o trabalho do atual comandante. “Os jogadores gostam da forma como estamos treinando”.

Além dos temas mencionados, Willian também falou sobre os jovens jogadores do Chelsea, a disputa por posição e seleção brasileira. A entrevista exclusiva em vídeo está disponível no WatchESPN.

O fã do esporte ainda pode conferir um ‘pingue pongue’ em que o brasileiro responde de forma imediata e em poucas palavras algumas perguntas sobre Premier League – confira no topo da matéria.

Futuro como músico, cinco técnicos em seis anos e 'sentimento de criança': Willian chega a sete temporadas de Chelsea