<
>

Corinthians na Arena: 'carrascos' internacionais incluem ex-Palmeiras e Grêmio, jogador do Inter e mais

play
Nicola resume Corinthians x Del Valle: 'Um time extremamente preparado e outro que não sabia o que fazer com a bola' (2:04)

Para o comentarista, a responsabilidade do treinador Fábio Carille é grande pela derrota em casa. (2:04)

O Corinthians foi derrotado – mais uma vez – dentro de sua Arena, em Itaquera, numa competição internacional.

O revés sofrido na última quarta-feira por 2 a 0 diante do Independiente de Valle, do Equador, pelo jogo de ida da semifinal da Copa Sul-Americana, veio com dois gols do atacante Gabriel Torres.

O panamenho já tem 30 anos de idade e não é exatamente um expoente do futebol do continente. Revelado pelo Chepo FC, de sua terra natal, rodou por outros nove clubes antes de chegar ao time da cidade de Sangolquí.

Entre eles, os mais famosos são a Universidad de Chile e o América de Cali, onde não deixou saudades. Também jogou por San Francisco (Panamá), La Equidad, Atlético Hulia, Zamora, Colorado Rapids, Laussanne-Sport e Huachipato.

Assim como Torres, o Corinthians acumula carrascos na Arena Corinthians com carreiras não muito impressionantes.

Lucas Barrios

Talvez o mais respeitado dos ‘carrascos’, Lucas Barriors anotou o gol da derrota por 2 a 1 que classificou o Colo-Colo dentro de Itaquera nas oitavas de final da Libertadores de 2018.

Com boas passagens no futebol europeu por Borussia Dortmund e Montpellier, o paraguaio também já jogou por Palmeiras e Grêmio no Brasil. Atualmente, está no Huracán, da Argentina.

Triverio

Em 2017, o Corinthians só empatou por 1 a 1 em casa com o Racing nas oitavas de final da Sul-Americana. O resultado, que culminou em eliminação na Argentina, foi conquistado com um gol de Enrique Triverio.

O atacante, revelado pelo modesto Unión de Sunchales, está no México desde que deixou a Argentina. Passou pelo Toluca e, no momento, joga pelo Querétaro.

Nico Lopez e Santiago Romero

Em 2016, o Corinthians caiu em casa nas oitavas de final da Libertadores diante do Nacional, do Uruguai. Nico López, autor do primeiro gol, está no Internacional. Santiago Romero, o carrasco, foi emprestado ao Rosário Central por um tempo e, no momento, está na reserva do Fortaleza.

Fernando Fernández

A dolorida derrota em casa para o Guaraní do Paraguai nas oitavas de final da Libertadores de 2015 aconteceu graças ao gol do atacante Fernando Fernández.

Depois dessa competição continental, ele já completou um ciclo: foi vendido ao Tigres, do México, emprestado ao Olímpia, América de Cali e Atlante, até retornar em definitivo neste último mês de junho ao... Guaraní do Paraguai.