<
>

São Bento vence Vitória em duelo contra a degola da Série B

Em confronto direto contra a zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro, o São Bento recebeu o Vitória nesta terça-feira em Sorocaba e venceu a equipe baiana por 2 a 0, em confronto válido pela 23ª rodada. O triunfo tirou o time paulista da lanterna do torneio e recolou o Rubro-Negro em situação delicada.

O primeiro gol da partida saiu ainda aos seis minutos de jogo, da cabeça do camisa 10 Rodolfo. O time da casa avançou pelo lado esquerdo do ataque e Minho cruzou para o meio da área. A bola encontrou o meio-campista, que subiu livre para desviar a redonda para o canto direito da meta adversária.

(Foto: Divulgação/EC São Bento)

Já na segunda etapa, os sorocabanos se aproveitaram de mais uma jogada pelo alto, aos 28 minutos, para fechar o placar e garantir o resultado. Após cobrança de escanteio curto, Marcos Martins colocou na área e o zagueiro Gerson desviou com categoria no canto esquerdo para anotar o segundo.

Com o triunfo, o São Bento subiu para a 17ª posição, a primeira dentro do Z4, com 23 pontos somados, um a menos que Vila Nova e Vitória, fora. Após campanha invicta de recuperação, o Rubro-Negro da Bahia chegou a sua segunda derrota seguida e está novamente ameaçada pela degola.

FICHA TÉCNICA

SÃO BENTO 2X0 VITÓRIA

Local: Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP)

Data: 17 de setembro de 2019 (terça-feira)

Horário: 21h30 (de Brasília)

Arbitragem: Lucas Paulo Torezin (PR)

Auxiliares: Ivan Carlos Bohn e Rafael Trombeta (PR)

Cartões amarelos: Wesley e Van (Vitória); Gerson (São Bento)

Gols: Rodolfo, aos seis minutos do 1º tempo, e Gerson, aos 28 minutos do 2º tempo, para o São Bento

SÃO BENTO: Renan Rocha; Marcos Martins, Joílson, Gerson, Guilherme Romão; Fábio Bahia, Paulinho (Raphael Martinho), Rodolfo, Dudu Vieira (Caio Rangel); Zé Roberto e Minho (Vinícius Kiss).

Técnico: Milton Mendes

VITÓRIA: Martín Rodríguez; Van, Everton Sena (Zé Ivaldo), Ramon, Capa; Baraka (Caicedo), Léo Gomes, Marciel (Ruy); Felipe Garcia, Wesley e Anselmo Ramon.

Técnico: Carlos Amadeu