<
>

Como contratação da Roma de ex-Arsenal fez criança de 13 anos reencontrar família

A transferência de Henrikh Mkhitaryan para a Roma teve um impacto fora do campo, ajudando um garoto queniano desaparecido a se reunir com sua família graças à campanha de mídia social do clube italiano.

Uma imagem da criança, 13 anos, foi apresentada no Twitter ao lado do meio-campista da Armênia, quando ele completou sua transferência do Arsenal no início deste mês.

A Roma, que tem mais de cinco milhões de seguidores nas plataformas de mídia social, confirmou no Twitter que o garoto visto pela última vez em agosto foi encontrado e devolvido à sua família.

"Através da parceria @missingchild_ke com a @ASRomaEN, acendemos uma grande vela de esperança para guiar essas crianças de volta para casa de suas famílias", escreveu no Twitter Maryana Mun yendo, diretora executiva da "Missing Child Kenya", uma instituição de caridade parceira da Roma.

No mês passado, uma menina de 15 anos de Londres foi encontrada segura e bem seis dias depois de aparecer em um vídeo da Roma para anunciar a chegada do novo contratado Mert Cetin.

Em junho, a Roma fez parceria com duas instituições de caridade para lançar uma campanha de mídia social em uma tentativa de conscientizar sobre as crianças desaparecidas.

"Temos um grande número de seguidores nas mídias sociais e nossos anúncios geram alcance e conscientização incríveis em todo o mundo", disse Paul Rogers, chefe de estratégia da Roma, na época do lançamento.