<
>

Enquanto Flamengo é 100% no Maracanã, Palmeiras terá que sair do Allianz ao menos 3 vezes no 2º turno

Enquanto o Flamengo, líder do Campeonato Brasileiro, venceu todos os jogos feitos no Maracanã até agora, o vice-líder Palmeiras, perseguidor mais próximo do Mengão, não poderá usar seu estádio, o Allianz Parque, em pelo menos três rodadas do returno da competição.

O contrato entre o Verdão e administradora da arena prevê que a equipe tenha que buscar outro campo caso ocorra algum show perto ou na mesma data de algum jogo, já que o gramado tem que ser retirado para os espetáculos.

Em 25 de setembro, por exemplo, Palmeiras x CSA, em uma quarta-feira, terá que ser deslocado para outro campo, já que a banda americana Bon Jovi se apresentará no Allianz Parque no mesmo dia.

Em seguida, a dupla Sandy & Júnior, que já impediu o Alviverde de jogar no Allianz pela Libertadores contra o Grêmio, irá repetir o feito em Palmeiras x Botafogo, marcado para 13 de outubro, um domingo.

Por fim, justamente o duelo Palmeiras x Flamengo, em 1º de dezembro, também precisará ser disputado noutro local, pois o o cantor canadense Shawn Mendes se apresentará em 29 de 30 de novembro.

O calendário de shows do Allianz ainda prevê Bryan Adams em 18 de outubro (dois dias depois de Palmeiras x Chapecoense), e o Festival Nova Brasil 2019 em 9 de novembro (com Palmeiras x Corinthians no dia seguinte).

No entanto, esses eventos acontecerão no Allianz Parque Hall, setor especial para espetáculos de menor porte, o que não afeta o gramado.

Com isso, é possível haver show e futebol em dias próximos sem nenhum problema.

Como nas outras oportunidades, o Pacaembu deve ser o estádio escolhido pelo Verdão para mandar suas partidas em caso de impossibilidade do uso da moderna arena.

No primeiro turno, o Alviverde foi o 3º melhor mandante do Brasileiro, fazendo 23 pontos em nove jogos, contra 27 do Flamengo (também nove duelos) e 26 do Internacional (que fez 10 partidas em casa).