<
>

Com pênalti polêmico, Vila Nova derrota Ponte Preta pela Série B

PontePress/ÁlvaroJr

Nesta quinta-feira, em partida válida pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Vila Nova venceu a Ponte Preta por 1 a 0, no Moisés Lucarelli. O gol foi marcado por Alan Mineiro, em cobrança de pênalti. A marcação do árbitro render muitas reclamações por parte dos mandantes. Com o resultado, a equipe goiana escapou momentaneamente da zona de rebaixamento.

O grande personagem do primeiro tempo foi o goleiro Ivan, recém-convocado por Tite. O arqueiro fez uma bela sequência de defesas em chutes de Gastón e Alan Mineiro. A Ponte Preta chegou duas vezes com perigo: primeiro, em um cabeceio à esquerda do gol de Roger e, na sequência, em uma finalização de Everton após cruzamento de Diego Renan.

Aos 13 minutos da segunda etapa, Gustavo Silva driblou pela direita e foi derrubado por Reginaldo. O árbitro marcou pênalti e a revolta dos jogadores da Ponte foi generalizada, já que alegavam que a falta foi cometida fora da área. No entanto, o juiz confirmou a penalidade e Alan Mineiro converteu a cobrança, batendo no meio do gol.

Com a derrota, a Ponte Preta estacionou na nona colocação, com 31 pontos e perdeu a oportunidade de se aproximar do G4.

Na próxima rodada, o time visita o Operário, na segunda-feira, às 20h.

Enquanto isso, o Vila Nova subiu à 15ª posição, com 24 pontos. O próximo compromisso da equipe é contra o Botafogo, na próxima terça-feira, às 19h15.

FICHA TÉCNICA:
PONTE PRETA 0 X 1 VILA NOVA

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 12 de setembro de 2019, quinta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D’Alonso (SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Eli Alves Sviderski (SC)
Cartões Amarelos: Arnaldo (Ponte Preta) Felipe Rodrigues, Romário, Gastón Filgueira, Alan Mineiro, Tinga, Ramon (Vila Nova)
Gol: Vila Nova: Alan Mineiro (13 minutos da segunda etapa)

PONTE PRETA: Ivan; Arnaldo (Alex Maranhão), Reginaldo, Renan Fonseca e Diego Renan; Edson, Washinton, Gerson Magrão, Marquinhos (Marcondele) e Everton (Bill); Roger. Técnico: Gilson Kleina

VILA NOVA: Rafael Santos; Felipe Rodrigues, Wesley Matos, Diego Jussani e Romário; Edinho, Tinga (Mailson) e Alan Mineiro (Magno); Gaston Filgueira (Ramon), Gustavo Silva e Robinho. Técnico: Marcelo Chamusca