<
>

Liminar é derrubada e multa de R$ 10 milhões de Fred junto ao Atlético-MG volta a valer

O centroavante Fred sofreu um revés judicial nesta quinta-feira. A 13ª Vara da Justiça do Trabalho de Minas Gerais (TRT-3) derrubou a liminar que determinava a suspensão da obrigatoriedade do Cruzeiro em pagar a multa de R$ 10 milhões cobrada pelo Atlético-MG.

Após ser vencido na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), Fred buscou uma saída na Justiça do Trabalho e conseguiu êxito ao suspender a cobrança. O Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, porém, revogou a decisão e tornou o pagamento da quantia obrigatório novamente. A multa, inclusive, foi atualizada e agora está na casa dos R$ 12,7 milhões.

Em meio ao processo trabalhista, existe uma ação no Superior Tribunal de Justiça que visa definir qual é o órgão competente a julgar o caso: a CNRD ou a Justiça do Trabalho. A opção de levar a decisão à corte superior foi do Atlético-MG.

Na audiência de agosto, o Galo apresentou manifestações para que a liminar fosse derrubada, e assim ocorreu no último dia 10. As equipes terão novo encontro nos tribunais apenas em março de 2020.