<
>

Até principal jornal do mundo se rende a novo Cristiano Ronaldo: 'Amor à primeira vista'

João Félix, contratado pelo Atlético de Madrid junto ao Benfica na última janela, por um valor altíssimo, continua a dar que falar na Europa.

"João Félix está cheio de pressa. Assim como todo o mundo": este é o título que abre a reportagem do New York Times sobre a carreira do jogador.

Segundo o jornal, que fez uma reportagem sobre a ascensão do português nesta quinta-feira (12), Félix não teve de fazer nada de especial para as pessoas acreditarem nele.

"João Félix não teve de fazer nada de especial para as pessoas acreditarem nele. Não houve um momento mágico que convenceu os treinadores no Benfica de que estava destinado para grandes voos, não houve uma performance heroica que anunciasse a sua ascensão ao patamar de estrela. Félix é o tipo de jogador de 'amor à primeira vista", publicou o Times.

"Há apenas quatro anos, ele deixava o Porto pelo Benfica. Félix, com apenas 19 anos, é uma sensação no sentido mais literal do termo, um jogador cujas exibições acrescentam magia. A sua recompensa foi um contrato milionário com uma cláusula de rescisão tão grande que os seus colegas o passaram a chamar de 'menino 120 milhões'", diz a reportagem.

O luso é ainda descrito como uma superestrela.

"Nove meses depois, é uma superestrela, tão jovem que esperam que carregue um dos maiores clubes do mundo em duas das maiores competições, ao mesmo tempo que os pais fazem turnos de seis meses a viver com ele na cidade de Madrid. É isto que é diferente na história de Félix: não os fatos, mas o contexto. Antes, ele talvez tivesse tido mais tempo para se desenvolver nas águas relativamente calmas em Portugal, saindo depois de um par de temporadas como titular da primeira equipa".