<
>

Neymar: Raymond Domenech diz que atacante precisa se desculpar com torcida do PSG e provoca: 'Não precisa nem ser em francês'

O técnico Raymond Domenech deu seu parecer sobre a situação de Neymar no Paris Saint-Germain.

O francês, que ficou marcado por um caos da seleção francesa na Copa do Mundo de 2010, conversou com o L'Equipe, principal jornal da França, e disse que a única saída para Neymar é pedir desculpas.

"A única saída é admitir que estava errado, pedir desculpas e depois mostrar em campo o que é capaz de fazer e recuperar a confiança", disse Domenech.

O técnico, porém, ainda teve tempo para ironizar e provocar o craque. "Não precisa nem ser em francês, pode pedir desculpa em português mesmo", disse em tom irônico.

Raymond Domenech ficou marcado pelo caos que tomou conta da seleção francesa durante a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. A França estreou empatando em 0 a 0 com o Uruguai e, em entrevista pós-jogo, o craque Zinedine Zidane, atualmente técnico do Real Madrid, reclamou que Domenech havia perdido o controle do elenco.

Na segunda partida, a equipe foi derrotada por 2 a 0 pelo México e o atacante Nicolas Anelka teria liderado um "motim" contra o técnico. Anelka foi mandado embora da seleção no dia seguinte e, como retaliação, os franceses retornaram ao ônibus e se recusaram a treinar.

A campanha francesa terminou com derrota por 2 a 1 para a África do Sul e Domenech pediu demissão. O último ato do francês pela seleção foi se recusar a cumprimentar o técnico da África do Sul, o brasileiro Carlos Alberto Parreira.