<
>

Cristiano Ronaldo faz sua 40ª vítima e está a 17 gols de atingir feito histórico entre seleções

Cristiano Ronaldo fez mais um daqueles jogos incríveis que o público já está acostumado. Autor de quatro gols na vitória de Portugal por 5 a 1 sobre a Lituânia, o atacante se aproximou de uma meta que parecia inatingível: ser o maior artilheiro de todos os tempos por uma seleção.

Com os tentos em mais uma vitória portuguesa, Cristiano Ronaldo chegou a 93 gols. Somente Ali Daei, iraniano, tem mais bolas na rede que o português (109 gols em 149 jogos). Pelé tem 95 gols juntando jogos oficiais e contra combinados.

Os números ficam ainda mais incríveis quando são detalhados. Os 93 gols foram marcados contra 40 seleções diferentes (Suécia, Letônia, Andorra, Armênia, Holanda, Estônia, Ilhas Faroe, Hungria, Bélgica, Irlanda do Norte, Luxemburgo, Dinamarca, Rússia, Suíça, Azerbaijão, Espanha, Arábia Saudita, Egito, República Tcheca, Chipre, Camarões, Cazaquistão, Bósnia, Eslováquia, Gana, País de Gales, Coréia do Norte, Marrocos, Argentina, Croácia, Panamá, Nova Zelândia, Polônia, Grécia, Equador, Finlândia, Sérvia, Islândia, Irã e Sérvia).

Foi também a 8ª vez que o atacante fez três gols ou mais numa mesma partida pela seleção, totalizando 54 vezes na carreira.

Mas ele só marca em amistosos? Falso. Cristiano Ronaldo tem 75 gols em partidas oficiais e apenas 18 em amistosos.

Deve ter tido muitos de pênalti? Outro mito. O português teve apenas 10 dos 93 gols vindo da marca da cal, número pouco superior a 10%.

Cristiano Ronaldo é disparado o maior artilheiro da seleção. Atrás do jogador da Juventus, vem Pauleta, com 47 gols, quase a metade.

Após conquistar tantos títulos e prêmios individuais, "CR7" vai agora em busca de um dos mais difíceis, mas que parece provável para o jogador de 34 anos.