<
>

Alisson foi o mais 'lucrativo' entre os dez reforços mais caros de 2018-19, diz estudo

play
Ederson ou Alisson? Goleiro do City diz quem é o favorito ao prêmio de melhor do mundo (0:24)

Arqueiro da seleção brasileira falou sobre os finalistas da Fifa (0:24)

Alisson foi o reforço mais lucrativo da última temporada. É essa a conclusão que chegou o estudo Football Transfer Review, da empresa Prime Time Sport.

Para chegar a esta opinião, o levantamento considerou o quanto atuou cada um dos dez jogadores mais caros em 2018-19 na janela de verão (meio do ano na Europa). O goleiro do Liverpool foi o único que jogou 100% dos minutos do seu campeonato nacional - a Premier League, no caso. Ele foi peça fundamental nos Reds, que lutaram até a rodada final pelo título e que acabaram com o vice.

Kepa e Jorginho, ambos do Chelsea, completam o pódio, tendo atuado 95% e 93% dos minutos do último Inglês, respectivamente.

No top 10, os dois últimos são brasileiros: Fred, do Manchester United, com 36% e Vinicius Junior, do Real Madrid, com 25%.

Enquanto o volante começou como titular e perdeu espaço na equipe inglesa, o atacante iniciou no time B do clube espanhol, ganhou destaque ao longo da temporada, mas acabou sofrendo com uma lesão na reta final.

Entre a quarta e a oitava posição aparecem, nesta ordem, Cristiano Ronaldo, da Juventus, 79%, Fabinho, do Liverpool, com 59%, Thomas Lemar, do Atlético de Madrid, com 53%, Naby Keita, do Liverpool, com 41%, e Riyad Mahrez, do Manchester City, com 39%.