<
>

Real Madrid: Bale diz que foi 'bode expiatório', prevê 'mais turbulência' e admite: 'Não diria que estou jogando feliz'

Gareth Bale disse que foi utilizado como "bode expiatório" do Real Madrid após quase deixar o clube na última janela de transferências, e ainda disse que acredita que o tratamento com ele foi "injusto".

O galês foi envolvido em um tenso impasse com o Zidane durante a pré-temporada, com o treinador afirmando que esperava que o jogador saísse, apesar de uma proposta do clube chinês Jiangsu Sunin ter sido rejeitada.

"Não diria que eu estou jogando feliz", afirmou Bale ao Sky Sports durante a preparação para a partida do País de Gales contra o Azerbaijão. "Porém, quando eu jogar, serei profissional e darei tudo que tenho".

"Entendo que fui feito mais como um 'bode expiatório' do que os outros, uso isso como motivação mesmo achando que não foi totalmente justo", afirmou.

Fontes afirmaram ao ESPN FC na última quinta-feira que Zidane estava encantado com a mudança de comportamento do atacante e que ele poderia se tornar um jogador crucial para os merengues.

Bale afirmou ter enfrentado a turbulência da janela e conseguiu encerrar um jejum de gols que durava desde março, marcando no empate contra o Villarreal por 2 a 2 pela LaLiga.

"Tenho certeza que haverá mais turbulência... Acredito que é algo que terão que perguntar ao Real, e também é uma coisa entre eu e eles. Teremos que chegar a alguma conclusão", finalizou.

Companheiros de time, Marcelo e Courtois deram entrevistas no início da temporada afirmando que, mesmo em sua sétima temporada, Bale não fala muito espanhol no vestiário e seu apelido com os companheiros é "o golfista".

Quando perguntado sobre o apelido, o jogador sorriu e respondeu: "Eu sou um golfista. Não viu as fotos? Falei com ele [Courtois] sobre isso e ele disse que é uma brincadeira".

"Pessoas tiraram do contexto, mas estou muito feliz com o apelido, para ser honesto. É legal. Futebol é meu esporte número 1, sou pago para fazer isso e sempre darei meu melhor", completou.

"Golfe é um hobby, assim como todos deveriam ter um. Não há nada de errado em jogar às vezes. As pessoas falam muito disso, mas muitos jogadores de futebol também jogam golfe e é uma coisa que eu realmente gosto. Me mantém calmo fora do campo e me dá um tempo distante do futebol, o que é bom", finalizou Bale.

Sobre a janela, afirmou: "Não foi a pior época da minha carreira, não foi ideal mas eu sei lidar com isso. Você é recompensado por seu trabalho dentro de campo e eu comecei a temporada bem".