<
>

Com Neymar e Philippe Coutinho, jornal lista jogadores que 'quebraram a cara' com transferências pomposas

play
Como era o mundo quando Neymar atuou durante 90 minutos pela última vez? Veja (1:24)

Atacante não joga uma partida inteira desde maio, contra o Nice (1:24)

Grandes transferências ocorrem o tempo todo no mundo do futebol, com jogadores promissores se destacando e ganhando atenção dos maiores clubes e atletas consagrados indo rumo a novos desafios ou voltando aos clubes de coração.

A expectativa normalmente é alta quando negociações deste tipo acontecem, e muitas vezes essa esperança é recompensada, como a ida de Cristiano Ronaldo, campeão da Champions League, do Mundial de Clubes e eleito o melhor jogador do mundo na temporada 2007-08, pelo Manchester United, foi ao Real Madrid em 2009 e continuou quebrando recordes.

No entanto, nem sempre é assim. O jornal inglês Mirror fez uma lista de cinco transferências importantes que não deram certo, veja abaixo.

Emre Can

Sem ser titular absoluto no Liverpool, o volante da seleção alemã esperou o fim do contrato e, de graça, deixou o clube inglês em 2017, rumo à Juventus.

Nesta temporada, no entanto, também sem custos, a Juve contratou outros meio-campistas, como Adrien Rabiot e Aaron Ramsey, o que fez com que o alemão ficasse de fora do elenco que disputará a Champions League.

A decisão deixou Can “chocado”, já que, segundo ele, outros clubes o fizeram propostas durante a janela de transferências, mas ele ficou por conta da condição de ser inscrito na competição continental, que teria sido assegurada a ele em pelo clube.

Philippe Coutinho

Destaque e xodó da torcida do Liverpool, Coutinho fez de tudo para ir ao Barcelona em 2018, e conseguiu. Apesar do bom início no clube catalão, o brasileiro caiu de rendimento e perdeu a titularidade em alguns momentos da última temporada.

Sem espaço, foi emprestado ao Bayern de Munique.

Neymar

Dono do recorde da maior transferência da história do futebol, o atacante é outro brasileiro que não deu certo. Depois da saída do Barcelona e da chegada pomposa ao Paris Saint-Germain em 2017, o brasileiro não conseguiu levar o clube francês ao tão sonhado título da Champions League.

Além disso, sofreu com graves lesões e atos de indisciplina que irritaram técnicos e dirigentes do PSG. Tentou de tudo para voltar ao Barça nesta janela de transferências, mas não obteve sucesso.

Thibaut Courtois

O goleiro belga Thibaut Courtois chegou ao Real Madrid no meio do ano passado com bastante expectativa da torcida, que não confiava em Keylor Navas.

Mesmo sendo titular durante a maioria da temporada e “provocando” a ida de Navas ao PSG, Courtois teve queda de desempenho desde a saída do Chelsea, e está longe de ser unanimidade na torcida do Real Madrid, com alguns torcedores chegando até mesmo a lamentar a venda do costarriquenho.

Fernando Torres

O atacante espanhol Fernando Torres deixou o Liverpool em 2011 e seguiu rumo ao Chelsea. Apesar do título da Champions League de 2012, é difícil dizer que a passagem do jogador por Stamford Bridge foi boa.

Longe de repetir as boas atuações que encantaram o torcedor em Anfield, Torres pode ter sentido a pressão dos 55 milhões de euros (R$ 248,3 milhões) pagos por ele e não conseguiu render, sendo bastante criticado pela torcida do Chelsea.