<
>

Com reservas, Corinthians 'vira a chave' e trabalha de olho no Avaí

play
Marra vê Corinthians incomodado em campo e questiona: 'Seria melhor jogar contra o Fluminense do Fernando Diniz?' (2:16)

Na avaliação do jornalista, postura do time carioca foi mais defensiva sob o comando de interino e 'atrapalhou' os paulistas em casa (2:16)

No dia seguinte ao empate com o Fluminense pela Copa Sul-Americana, o Corinthians já vira a chave para a partida contra o Avaí, pelo Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, Fábio Carille trabalhou com os reservas no campo do CT Joaquim Grava e deu mostras de que pode alterar bem o time para a partida deste domingo.

As possíveis mudanças já estavam avisadas desde a entrevista coletiva concedida depois do jogo contra o Fluminense. Na ocasião, Carille confirmou que faria alterações para encarar o Avaí.

Na atividade, o treinador conversou com dez jogadores e trabalhou o posicionamento deles no gramado. Foram escalados: Cássio; Michel Macedo, Bruno Méndez e Carlos Augusto; Ralf, Matheus Jesus, Ramiro, Sornoza e Everaldo; Boselli.

Dentre estes não estavam presentes os zagueiros Gil e Manoel, já que foram titulares na última quinta-feira. Um deles deve fazer a dupla de zaga ao lado do uruguaio Bruno Méndez.

Desta forma, o Corinthians deve encarar o Avaí com um time praticamente todo reserva. O objetivo é preservar os atletas para o duelo de volta contra o Fluminense, que acontece na próxima quinta-feira. Quem sequer viaja para Florianópolis é o jovem Pedrinho, que foi substituído com dores na região do quadril.

Neste sábado, Fábio Carille comanda mais uma atividade no CT Joaquim Grava, com portões fechados para a imprensa, e deve definir os últimos ajustes antes da partida.