<
>

Em rodada que pode ser líder, São Paulo de Cuca tenta superar marca de Aguirre

Muitos torcedores do São Paulo lembram com carinho do começo do trabalho de Diego Aguirre pelo clube, quando a equipe voltou a vencer clássicos e emendou uma boa sequência de resultados no Campeonato Brasileiro até virar líder. Pois a equipe treinada por Cuca hoje segue praticamente o mesmo roteiro, mas com uma diferença. Pode liderar já neste domingo.

O São Paulo enfrentará o Vasco, em São Januário, às 16h (de Brasília), pela 16ª rodada do Nacional. Se vencer, chegará a 33 pontos e, caso o Santo seja derrotado pelo Fortaleza, na Vila, também neste domingo, os tricolores podem liderar.

Os santistas estão com 32 pontos e um empate já os assegura à frente do São Paulo. O motivo são as duas vitórias a mais (primeiro critério de desempate do campeonato).

O clube da Vila Belmiro não é o único adversário tricolor pela ponta da tabela. O Flamengo, que tem 30 pontos também e uma vitória a mais, não pode ganhar do Ceará, em Fortaleza, para as pretensões são-paulinas se concretizarem.

Com Aguirre, o São Paulo alcançou a liderança do Brasileiro na 17ª rodada. Segurou-se na ponta até a 22ª. Voltou a liderar na 25ª e na 26ª. Depois acabou perdendo a força e o fôlego. Concluiu a competição no quinto lugar.

Ainda que fique na segunda colocação ao final da rodada, o São Paulo de Cuca já seria superior a de Aguirre em termos de pontuação, embora seja uma briga bem parelha: 33 x 32.

Em 2018, os tricolores comandados pelo técnico uruguaio somavam, em 16 jogos, nove vitórias, cinco empates e duas derrotas. Tinham feito 25 gols e sofrido 14.

Em 2019, são oito vitórias, seis empates e apenas uma derrota. O time fez 20 gols e sofreu apenas nove --um dos trunfos da equipe de Cuca, que ostenta a segunda melhor defesa da competição.