<
>

Conheça o zagueiro do Corinthians que 'negou' seleção brasileira e foi convocado para a sub-15 da Argentina

play
Corinthians ou Fluminense, quem é favorito na Sul-Americana? Após empate, comentaristas são unânimes (1:23)

Todos apostaram exatamente o mesmo número de fichas na mesma equipe (1:23)

Morando no Brasil desde os seis anos de idade, o zagueiro Thomas Agustin Fretes, do Sub-15 do Corinthians, foi convocado nesta semana para defender a Seleção Argentina da categoria. Pela primeira vez o atleta terá a oportunidade de representar o seu país.

Em 2018, o jornal argentino La Nación noticiou que a CBF teria adiantado o procedimento para naturalização do jogador. Foi colocado na lista de possíveis futuros craques da Argentina e recebeu sua primeira convocação de seu país natal.

Segundo as normas da FIFA, mesmo atuando nas categorias de base por outro país, se naturalizado, o zagueiro poderia atuar na seleção brasileira profissional.

Em declarações ao site oficial do Corinthians, Thomas comentou sobre o momento da convocação: “Estava jantando no alojamento do clube, quando alguns amigos começaram a comentar que eu tinha sido chamado. Fiquei muito feliz! Na hora, falei: ‘Como assim?’. Não estava entendendo”, afirmou. “É um momento muito importante para a minha carreira”, concluiu.

O zagueiro chegou às categorias de base do Timão no ano de 2016, quando passou em uma peneira. No ano seguinte, ele já integrou a equipe titular na conquista do Campeonato Paulista Sub-13.

Em seu campeonato de estreia, foi titular como volante pelo bom passe e saída de jogo que tem como estilo. Hoje, consegue fazer as duas posições.

O zagueiro falou da sua chegada ao Brasil: “Minha família se mudou para cá quando eu tinha seis anos, por conta do trabalho dos meus pais. Comecei a jogar bola aqui, entrei na escolinha do Barcelona e, em 2016, fiz um teste no Corinthians e passei”. Em 2017, foi titular na campanha do título do Paulistão Sub-13 sobre o Palmeiras

O compromisso de Thomas com a Seleção Argentina vai do dia 26 de agosto a 4 de setembro. Assim como o restante do grupo, ele ficará concentrado na sede da Associação de Futebol Argentino (AFA).