<
>

Italiano 2019-20: Balotelli, Lukaku e Ribéry estão entre as principais novidades da competição

O Campeonato Italiano, última das grandes ligas europeias a começar, está de volta. No sábado, a Juventus visitará o Parma às 13h (de Brasília), enquanto que a Fiorentina receberá o Napoli às 15h45.

Com isso, o ESPN.com.br te deixa por dentro de quais são as principais novidades para a edição 2019-20 da Série A. Foram considerados apenas nomes que não estavam no futebol local na última temporada.

Martin Skrtel (Atalanta)

O icônico zagueiro do Liverpool, o qual defendeu entre 2008 e 2016 e somou 320 partidas, voltará a jogar em uma grande liga da Europa. Depois de passagem por três temporadas no Fenerbahce, o veterano zagueiro (completará 35 anos em dezembro) se transferiu sem custos à Atalanta, que disputará a Champions League. O camisa 37 assinou até o meio de 2020.

Mario Balotelli (Brescia)

Depois de ter repercutido muito no Brasil nos últimos anos por conta da possibilidade de ter ido ao Flamengo, Mario Balotelli retorna à Itália após três anos. O atleta de 29 anos acertou com o Brescia, clube da cidade de sua família e que acaba de subir à primeira divisão. O jogador acertou um vínculo até o meio de 2022. Após duas boas temporadas pelo Nice - 23 jogos e 15 gols em 2016-17 e 28 jogos e 18 gols -, o atacante começou 2018-19 pelo Nice e terminou a campanha no Olympique de Marselha, somando um total de 25 partidas e oito tentos. Ele ficou sem clube ao final da campanha.

No Brescia, Balotelli diz ter 'medo zero' e provoca jornalistas: 'Estão mais assustados do que eu'

Romelu Lukaku (Inter de Milão)

Ele foi o segundo reforço mais caro do futebol italiano nesta temporada, contratado por 65 milhões de euros, valor quase 20 milhões de euros inferior ao que o Manchester United pagou para tirá-lo do Everton dois anos antes. O atacante de 26 anos começou muito bem nos Red Devills, com 51 jogos e 27 gols, mas viu a situação mudar em 2018-19. Ele até conseguiu ir às redes 15 vezes em 45 confrontos, mas chegou a perder a titularidade e não rendeu o esperado. Agora, o belga terá a chance de ser protagonista novamente na Internazionale.

Na Inter, Lukaku recorda que tinha camisa de Adriano Imperador quando criança: ‘Queria ser como ele’

Diego Godín (Inter de Milão)

Após uma trajetória brilhante no Atlético de Madrid, sendo peça vital no time que conquistou um Campeonato Espanhol e foi vice da Champions duas vezes, o zagueiro de 33 anos chega sem custos com a missão de ser uma das referências em um projeto que visa reerguer um gigante do futebol europeu. O uruguaio assinou por três temporadas com a Inter.

Godín celebra chegada na Inter de Milão: 'Venho para uma equipe gigante na Europa'

Matthijs de Ligt (Juventus)

Contratado por 85,5 milhões de euros, o zagueiro chega à Juventus como contratação mais cara desta janela na Itália. O atleta de 19 anos era capitão do Ajax na excelente campanha em 2018-19 (campeão holandês, da Copa da Holanda e semifinalista da Champions). Eleito para o time ideal do Holandês nas duas últimas temporadas, ele também esteve na seleção da Champions passada e ganhou em 2018 o tradicional prêmio Golden Boy, em que jornais da Europa escolhem o melhor jogador sub-21 no continente.

De Ligt canta Don't Worry Be Happy em 'karaokê' de novatos da Juventus

Gianluigi Buffon (Juventus)

Ele já não é mais o melhor goleiro do mundo e sequer deve ser titular, mas não deixa de ser um das maiores lendas do futebol. Depois de uma temporada no Paris Saint-Germain, o atleta de 41 anos retorna à Juventus, clube que defendeu por 17 campanhas seguidas, sendo nove vezes campeão italiano e três vezes vice da Champions. O grande sonho é levantar o troféu do torneio europeu.

Buffon canta Volare em jantar da Juventus, rege companheiros, é aplaudido e bomba na web

Rafael Leão (Milan)

Revelado pelo Sporting, o atacante de 21 anos foi contratado sem custos pelo Lille na última temporada e se destacou, somando oito gols e três assistências em 24 jogos no Francês. O desempenho o levou ao Milan em uma transferência de 25 milhões de euros. O português chega como uma das esperanças ofensivas na tentativa de recuperação do tradicional clube, que terminou na quinta colocação da última Série A.

Franck Ribéry (Fiorentina)

Depois de nove títulos de Bundesliga (algo que nenhum outro jogador conseguiu), uma taça da Champions League e o prêmio da Fifa de terceiro melhor jogador do mundo em 2013, o meia-atacante de 36 anos deixa o Bayern de Munique após 12 temporadas. Seu novo capítulo será na Itália, onde terá a missão de ser a referência técnica de uma Fiorentina, que busca dias melhores após ter terminado apenas na 16ª colocação na última Série A.

Hirving Lozano (Napoli?)

Contratado pelo PSV Eindhoven junto ao Pachuca, o atacante virou um dos astros do Campeonato Holandês no período e conseguiu a marca de 40 gols em 79 partidas pelo clube. Agora, o mexicano de 24 anos, que está prestes a ser oficializado pelo Napoli, chegaria com a missão de manter o brilho em uma liga maior.

Antonio Conte (Inter de Milão)

As novidades não ficam por conta apenas das quatro linhas. Um dos treinadores mais bem-sucedidos dos últimos anos, Conte retorna ao trabalho após um ano. Entre 2016 e 2018, conquistou uma Premier League e uma Copa da Inglaterra com o Chelsea. Agora, buscará um novo sucesso em seu país natal, onde foi tricampeão nacional com a Juventus.

Maurizio Sarri (Juventus)

A atual octacampeã nacional também tem uma nova figura em seu banco de reservas. Após cinco títulos da Série A e dois vices da Champions League com Massimiliano Allegri, o cargo será ocupado por Maurizio Sarri, dono de grande trajetória pelo Napoli e que comandou o Chelsea em 2018-19, conquistando a Liga Europa. Famoso por seu conhecimento tático, o treinador tentará manter a hegemonia da Velha Senhora e buscar a tão sonhada Champions.