<
>

Dedé tranquiliza torcedores do Cruzeiro e diz que saída foi por precaução

play
Cruzeiro vence com gol de Fred, e Marra analisa: 'A bola chegava muito pouco, e ontem chegou bastante' (1:46)

Na estreia de Rogério Ceni, atacante voltou a marcar e time celeste reencontrou o caminho da vitória (1:46)

O zagueiro Dedé deixou o gramado do Mineirão mais cedo, na vitória do Cruzeiro sobre o Santos, por 2 a 0, nesse domingo, no Mineirão. O atleta pediu para deixar o gramado após demostrar dor na região da coxa direita. Depois da partida, ele tranquilizou os torcedores dizendo que não era grave.

“Deu uma embolada ali, meio que parecia uma câimbra. Quando olhei para o relógio, tinha sete minutos. Se forçasse muito, poderia agravar. Mas acho que não foi nada grave. É tratar durante a semana, mas tenho quase certeza de que não foi nada e estarei bem para voltar a jogar”, destacou o jogador.

O Cruzeiro conseguiu vencer o Santos com bons momentos durante a partida. Vale lembrar que o Santos passou parte do jogo com um homem a menos. Para Dedé, a equipe se comportou bem com a chegada de Rogério Ceni.

“É a renovação com Rogério Ceni, que nos deu essa confiança. Parabéns pelo trabalho dele, pela semana. Conversou com a gente, trabalha 16 horas por dia para ver o nosso melhor, e começamos com um bom resultado contra o líder, jogando muito bem em casa. É manter essa sequência, pois não vamos deixar de buscar nosso sonho”, finalizou.