<
>

Neymar: Filho de Cruyff apoia volta do brasileiro ao Barcelona

A derrota do Barcelona na estreia de LaLiga, na última sexta-feira, para o Athletic Bilbao, provocou um furacão de reações, todas críticas, mais pela imagem que ofereceu a equipe de Ernesto Valverde do que pelo resultado em si - sentenciado com um golaço de última hora de Aduriz que catapultou outra vez ao plano de nome Neymar, que ficou novamente fora da convocatória de Thomas Tuchel no PSG.

Fechando com o Bayern de Munique o empréstimo de Philippe Coutinho, o entorno do clube catalão acordou neste domingo com um apoio inesperado à contratação do craque brasileiro: Jordi Cruyff, personagem de fora, mas muito respeitado no Camp Nou e que através de um artigo de opinião publicado no diário El País não deixou lugar para dúvida.

“Aposto por Neymar” é o título do texto do filho do lendário Johan Cruyff, argumentando em sua tese as “segundas oportunidades” e classificando o jogador como “diferenciado”.

“Quando recebe a bola, você sabe que vai acontecer algo, e no mais alto nível ter ou não alguém capaz de marcar a diferença pode passar de ganhar um título a só ficar perto”, escreveu Jordi.

O hoje técnico do Chongqing Dangdai Lifan afirma que entende “a reação do torcedor pelas formas de sua saída” em 2017, mas se mostra pragmático ao dizer que entre Neymar “ou qualquer outro jogador que chegue de fora, com ele tem-se a garantia de que conhece o clube, a exigência, a pressão, o entorno, a forma de jogador e um vestiário que claramente lhe abre os braços”, sentenciando que com sua incorporação “o risco sempre é menor”.

“Meu pai dizia que não pode ter dois galos no mesmo curral, e esta vez seriam inclusive mais, porém Neymar já demonstrou que não teria um problema de egos e adotou uma boa atitude, respeitando a hierarquia que tinha. Quem não quer ter os melhores em sua equipe?”, questionou Jordi.

“Julgando todas as questões de forma fria, pesa mais a necessidade de olhar à frente e estar bem hoje”, concluiu o ex-jogador de Barcelona, Manchester United e Espanyol.