<
>

Benedetto desrespeita ordem, erra pênalti e revolta técnico do Olympique de Marselha: 'Inaceitável'

Neste sábado, o Olympique de Marselha visitou o Nantes, pela 2ª rodada do Campeonato Francês, e só empatou por 0 a 0. Para piorar, a partida terminou em clima péssimo nos vestiários por conta de uma atitude do atacante Darío Benedetto, recentemente contratado pelo OM do Boca Juniors.

Isto porque, aos 29 do primeiro tempo, o Olympique teve uma chance de ouro de abrir o placar, após o árbitro marcar pênalti via VAR. A ordem do técnico português André Villas-Boas era que o meia Dimitri Payet, cobrador oficial da equipe, assumisse a responsabilidade. No entanto, Benedetto desrespeitou e indicação e pediu para bater.

O ex-Boca, porém, errou a batida, o que deixou Villas-Boas revoltado.

"Eu disse aos jogadores (após a partida): 'Foi a primeira e a última vez que isso aconteceu'. Trabalhamos bem as penalidades durante toda a pré-temporada com Dimitri (Payet). Obviamente, houve intenção positiva (de Payet e Benedetto), mas é complicado quando acontecem coisas assim", afirmou.

"Quando eu estava indo para o banco, o Ricardo (Carvalho) me disse: 'André, quem vai bater é o Benedetto'... Estou muito bravo. É um jogador que não havia batido um pênalti sequer. É inaceitável. Normalmente, ele bate bem, mas hoje não bateu", completou.

Payet, por sua vez, confirmou que era ele quem deveria ter batido. O francês, porém, salientou que cedeu a bola ao colega de equipe sem qualquer problema.

"Eu era o cobrador designado, mas queria que ele marcasse, para que isso ajudasse em sua adaptação", relatou o meia.

"Infelizmente, ele acabou perdendo. Foi uma falha importante na partida e determinante no resultado, mas o gesto foi positivo", contemporizou.

Benedetto foi contratado pelo Marselha por 14 milhões de euros (R$ 62,22 milhões) na atual janela de transferências.

Este foi apenas seu 2º jogo pelo novo clube.