<
>

Guarani perde para o Vila Nova e continua na lanterna da Série B

O Guarani segue na incômoda lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro, fazendo uma de suas piores campanhas na história dos pontos corridos.

Na noite desta sexta-feira (16), o Bugre foi derrotado pelo Vila Nova por 2 a 0 em pleno Brinco de Ouro, na cidade de Campinas, pela 16ª rodada, e deu sequência ao mau momento. Robinho e Wesley Matos marcaram para os visitantes.

O Vila abriu o marcador logo aos 14 minutos da primeira etapa. Robinho recebeu pelo lado direito, avançou e bateu cruzado rasteiro, mandando no canto direito do goleiro Kléver, que não conseguiu alcançar. Com o pior ataque da competição, o Guarani até tentou buscar o empate, mas parou na ineficiência da criação e nas defesas de Rafael Santos.

No segundo tempo, aos 15 minutos, Wesley Matos ampliou a vantagem para os goianos. Em cobrança de escanteio, Jeferson cruzou para a área e o zagueiro apareceu para completar de cabeça.

Os campineiros passaram a trocar passes, mas sem levar muito perigo à meta adversária, mantendo o 2 a 0 no placar até o apito final.

Com o resultado, o Guarani fica na última colocação, com apenas 13 pontos conquistados. Na próxima rodada, o Bugre visita o Operário-PR no Germano Kruger, em Ponta Grossa, na terça-feira (20), às 19h15 (de Brasília).

O Vila Nova, por sua vez, consegue se afastar um pouco do Z4, ocupando a 14ª posição, com 18 pontos. Agora, o time recebe o Sport no Estádio Olímpico, em Goiânia, também na terça-feira, às 21h30.

FICHA TÉCNICA:
GUARANI 0 X 2 VILA NOVA

Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP)
Data: 16 de Agosto de 2019, sexta-feira
Horário: 21h30 horas (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Tiago Augusto Kappes Diel (RS)
Cartões amarelos: Deivid e Luiz Gustavo (Guarani); Jeferson, Diego Jussani, Romário e Bruno Mezenga (Vila Nova)
Gols: Robinho, aos 14 minutos do primeiro tempo; Wesley Matos, aos 15 minutos do segundo tempo (Vila Nova)

GUARANI: Kléver; Bruno Souza, Luiz Gustavo, Ferreira e Thallyson; Deivid (Arthur), Ricardinho e Bady (Felipe Amorim); Vitor Feijão (Renan), Davó e Michel Douglas. Técnico: Roberto Fonseca

VILA NOVA: Rafael Santos; Jeferson (Magno), Wesley Matos, Diego Jussani e Romário; Joseph, Ramon (Capixaba) e Alan Mineiro; Mateus Anderson (Felipe Rodrigues), Bruno Mezenga e Robinho. Técnico: Marcelo Cabo