<
>

Atacante ex-Corinthians e Boca justifica doping: 'Tratamento de fertilidade'

O atacante uruguaio Santiago Silva, do Argentinos Juniors, quebrou o silêncio e explicou as razões pelas quais foi flagrado em um exame antidoping realizado em abril.

"Eu estava tentando ter outro filho e estava fazendo um tratamento de fertilidade. Eu fiz em janeiro e não houve problema, tinha todos os certificados. Então houve um problema e a taxa de hormônio foi elevada", disse o ex-corintiano, à Rádio de La Red.

'El Tanque' foi suspenso de forma provisória até que seja realizada a contraprova.

"Eu tenho o apoio da minha família e do Argentinos. Está tudo muito claro, vou começar a rezar para que nada maluco aconteça. Tenho 38 anos e nunca tive problema, nunca usei qualquer coisa para melhorar meu desempenho. Estou calmo comigo mesmo, mas é sempre bom sair e explicar para as pessoas. "

A amostra foi coletada em 12 de abril - quando Santiago Silva ainda defendia o Gimnasia la Plata - no dia da derrota por 1 a 0 para o Newell's Old Boys, fora de casa, pela partida de ida da primeira fase da Copa da Superliga da Argentina. Naquele jogo, o uruguaio saiu do banco de reservas e foi ao campo aos 30 minutos do segundo tempo, como substituto de Lorenzo Faravelli.

Ao assinar com o Argentinos Juniors na última janela de transferências, o atacante, hoje com 38 anos, chegou ao nono clube argentino da carreira. Fora da Argentina, Santiago Silva teve passagens por Corinthians, River Plate, Nacional de Montevidéu, Fiorentina, Energie Cottbus, Beira Mar e Universidad Católica, entre outros.