<
>

Copa do Brasil: Grêmio se impõe, bate Athletico-PR e abre boa vantagem por vaga na final

André comemora seu gol pelo Grêmio na Copa do Brasil Gazeta Press

O Grêmio deu um bom passo para chegar mais uma vez na final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, contra o Athletico Paranaense na Arena, o time gaúcho se impôs, fez um jogo muito seguro e venceu pelo placar de 2 a 0. Com isso, pode perder por até um gol de diferença na partida de volta, em Curitiba, que mesmo assim se garante na decisão. André e Jean Pyerre foram os autores dos gols gremistas.

ADVERSÁRIO DE BOAS LEMBRANÇAS

E o adversário desta quarta-feira traz boas lembranças para o torcedor gremista. Isso porque o Grêmio passou pelo Athletico-PR na fase oitavas de final em 2016. A equipe tricolor venceu os paranaenses nas penalidades. Na sequência, os gaúchos arrancaram e conquistam a competição ao bater o Atlético-MG na final.

REENCONTRO

O confronto também foi especial para Renato Gaúcho e Tiago Nunes. Para quem não se lembra, Renato Gaúcho foi técnico do Athletico no ano de 2011. Só que sua passagem por lá não foi tão boa assim. Acabou deixando o clube menos de dois meses depois, com quatro vitórias, cinco empates, cinco derrotas e eliminado na Sul-Americana.

Já Tiago Nunes treinou a equipe sub-15 do Grêmio após fazer carreira por equipes do interior do Rio Grande do Sul. Ficou oito meses no cargo e sagrou-se campeão gaúcho da categoria ao bater o Internacional na decisão. Na sua mão, passaram jogadores como Darlan e jean Pyerre, hoje entre os profissionais do Grêmio.

GRÊMIO NO COMANDO

A equipe de Renato Gaúcho fez um primeiro de muita imposição contra o Athletico na Arena. Tomou as rédeas da partida, intensidade na marcação e ganhando as divididas. Logo no começo, Cortez e Everton criaram boas oportunidades.

Só que aos 23 minutos não teve como. Em contra-ataque, Everton chegou pela esquerda e colocou na cabeça de André, que só escorou para inaugurar o placar.

Maicon, em chute de fora da área, quase ampliou antes do fim do primeiro tempo, mas Santos defendeu. A melhor chance do Athletico foi um chute de Marcelo Cirino de dentro da área.

VANTAGEM AMPLIADA

O Grêmio tratou de manter o jogo controlado para a segunda etapa. Não deixava o adversário crescer em campo e dominava as ações. Aos 26 minutos veio a jogada decisiva. Em cobrança de falta da entrada da área, Jean Pyerre cobrou com muita categoria, por fora da barreira, e aumentou o placar na Arena para solidificar a boa vantagem gremista para o jogo de volta em Curitiba.

Mas poderia ter sido mais. Aos 43 minutos, Luan deixou Tardelli na cara do gol. O atacante tirou do goleiro e por pouco não ampliou ainda mais a ótima vantagem.

A VOLTA

Quarta-feira (04/09) - 19h - Arena da Baixada

FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO 2 X 0 ATHLETICO-PR

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Data: 14 de agosto (quarta-feira)
Horário: 21h30(de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (Fifa-RJ).
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ).
Renda: R$ 1.931.786,00
Público Total: 43.280
Cartão amarelo: kannemann, Everton (Grêmio), Rony, Léo Pereira (Athletico-PR)
Gols: André (Grêmio), aos 23 minutos do primeiro tempo e Jean Pyerre (Grêmio), aos 26 minutos do segundo tempo.

Grêmio: Paulo Victor, Léo Gomes, Geromel, Kannemann e Cortez, Maicon (Luan) , Matheus Henrique, Jean Pyerre (Thaciano) e Alisson, Everton e André (Diego Tardelli). Técnico: Renato Portaluppi

Athletico-PR: Santos; Jonathan, Lucas Halter, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington; Bruno Guimarães e Lucho (Bruno Nazário); Marcelo Cirino (Vitinho), Marco Ruben (Nikão) e Rony. Técnico: Tiago Nunes