<
>

Jornal avalia pré-temporada de times espanhóis, e Real Madrid tem pior nota

O jornal Marca publicou nesta terça-feira uma avaliação completa de como foi a pré-temporada dos times da 1ª divisão do Campeonato Espanhol. E, entre as 20 equipes analisadas, o Real Madrid foi quem levou a pior nota: um tenebroso 4.

"Incerteza. Essa é a sensação que rodeia o Real Madrid ao fechamento da pré-temporada. A impressão é de que o mês de trabalho não serviu para nada além de aprofundar as dúvidas geradas pela péssima temporada 2018/19", escreveu.

"À espera de que Hazard seja Hazard, a segunda 'era Zidane' arranca com mais interrogações que certezas. O francês tem jogadores de sobra, algo que já deixou bastante claro, ainda que grite aos quatro ventos que precisa de reforços", acrescentou.

De acordo com o diário, o ponto positivo da pré-temporada foi o gol.

"Courtois e Keylor Navas, apesar dos 18 gols sofridos em sete jogos (média de 2,5), foram os jogadores de maior brilho da equipe. Parece uma contradição, mas é a realidade. A eles se somam jogadores como Kubo e Rodrygo, cujo futuro parece não estar ligado ao time principal", lamentou.

Já o pior ponto foi o ritmo de jogo demonstrado pelos merengues.

"Que o Real Madrid tem qualidade é evidente, mas a cadência demonstrada nas partidas é de uma equipe esgotada e carente de energia. Até Vinicius Jr., que esbanjava alegria na temporada passada, parece um futebolista prostrado. São muitas coisas a melhorar. Coisas até demais. Mesmo depois de um mês de treinamentos", salientou.

Os principais rivais dos blancos, por sua vez, ganharam notas mais altas.

O Barcelona, por sua vez, levou um 7, tendo como principal ponto positivo o fato de "poder viver sem Messi".

"O tridente formado por Dembélé, Luis Suárez e Griezmann promete grandes partidas, com bom futebol e festivais de gols. Os culés também comprovaram o grande talento e visão de jogo de De Jong", observou.

O Atlético de Madrid, por sua vez, teve nota ainda melhor: um glorioso 9.

"Uma pré-temporada imaculada, em que o time não conheceu a derrota em nenhum dos seis amistoso disputados, destacando acima de tudo o histórico 7 a 3 no Real Madrid, além do triunfo sobre a Juventus, com um colossal doblete de João Félix", enfatizou.