<
>

Vasco prega erro zero contra o Flamengo

Time de Luxemburgo tem 17 pontos no Campeonato Brasileiro, seis a mais que o Cruzeiro, primeiro time na zona de rebaixamento. (Foto: Rafael Ribeiro/CRVG)

Passada a vitória de 1 a 0 sobre o Goiás, fora de casa, o Vasco já voltou as suas baterias para o clássico deste sábado, às 19h (de Brasília), contra o Flamengo no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de se tratar de um clássico, o Cruz-Maltino terá que lidar com o favoritismo do rival, que dá sinais de que vai brigar pelo título.

Para conseguir surpreender e obter a vitória, os vascaínos apostam em um jogo sem erros.

“Nós precisamos jogar com muita tranquilidade e também com um alto poder de concentração, pois o adversário também tem grande qualidade e vai exigir demais de nós. É um clássico, muita rivalidade e um alto grau de dificuldade”, disse o colombiano Oswaldo Henríquez.

O volante Raul pensa de maneira parecida.

“Sabemos que é um clássico e que é muito importante a gente conseguir o resultado positivo. A semana vai ser proveitosa para corrigirmos alguns erros e chegarmos ainda mais fortes. Quando você consegue ganhar uma partida deste porte é sempre muito bom, pois a tranquilidade é ainda maior, assim como a certeza do caminho certo. O importante é termos tranquilidade e trabalharmos para cometermos o menor número de erros possível”, comentou.

Após a folga de segunda-feira os jogadores se reapresentaram nesta terça-feira para um trabalho regenerativo. Nas últimas atividades da semana o técnico Vanderlei Luxemburgo vai definir a escalação que vai a campo. Ele não poderá contar com o volante Marcos Júnior, que anotou o gol diante do Goiás e está suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Outro que cumpre suspensão é o atacante Marrony, expulso contra os goianos. Se recuperando de uma cirurgia de apendicite, o atacante Rossi será avaliado durante as atividades da semana para saber se reunir condições de ir a campo.

Nesta quarta-feira o elenco vascaíno vai trabalhar na parte da tarde. Com 17 pontos conquistados, o time carioca conseguiu abrir seis da zona de rebaixamento, hoje aberta pelo Cruzeiro.