<
>

São Paulo: Bruno Peres é problema milionário mesmo sem jogar há quase 5 meses

play
Igor Vinícius vê chegada de Dani Alves e Juanfran com bons olhos no São Paulo: 'Não os vejo como rivais' (1:06)

Lateral-direito disputará posição com reforços recém-chegados da Europa (1:06)

As recentes vindas de Daniel Alves Juanfran trazem esperanças ao torcedor do São Paulo que o longo problema do clube na lateral-direita vá enfim ser solucionado. Mas, apesar de trazer dois jogadores de renome na posição, o clube tem um problema para lidar.

E um problema que não custa nada barato aos cofres do clube. Bruno Peres, lateral que veio emprestado pela Roma na temporada passada, está sem jogar há quase cinco meses. Jogou apenas oito jogos em 2019, sendo o último em 20 de março pela última rodada do Campeonato Paulista.

De acordo com informações do comentarista dos canais ESPN Jorge Nicola no seu blog no Yahoo, Bruno Peres custa ao clube do Morumbi cerca de R$ 600 mil mensais, sendo R$ 450 mil de salários e mais R$ 150 mil referentes ao custo do empréstimo.

Fazendo as contas, isso dá em torno de R$ 20 mil por dia. Sendo assim, o clube tem um problema e tanto para lidar já que com as chegadas de mais dois atletas para a posição, fica mais difícil ainda que Bruno Peres atue. Seu contrato é válido até 2021.

Pensando nisso, o clube já busca um destino para o lateral e vê no mercado italiano uma possibilidade de futuro. O empresário do atleta tem uma viagem marcada para o país afim de tentar resolver a situação. O Genoa surgiu como um dos destinos possíveis.

O problema é que o clube italiano, se aceitar contar com Bruno Peres, arcaria apenas com os vencimentos do lateral. O São Paulo continuaria a pagar os R$ 150 mil mensais à Roma pelo empréstimo.