<
>

Atleta do Corinthians Futsal é assassinado a tiros no Rio Grande do Sul

Pivô do Corinthians Futsal, Douglas Nunes da Silva, de 27 anos, foi assassinado a tiros na madrugada deste domingo na porta de uma boate na cidade de Erechim, no Rio Grande do Sul, onde a equipe realizou uma partida contra o Atlântico, pela semifinal da Taça Brasil. O autor do crime fugiu.

Segundo informações preliminares, houve uma discussão envolvendo o jogador dentro de uma casa noturna e, horas depois, na saída, o atleta foi surpreendido no lado externo por disparos de arma de fogo. Douglas foi socorrido e encaminhado ao hospital local, mas não resistiu aos ferimentos. O autor do crime ainda não foi identificado.

O clube lamentou nesta manhã a morte do jogador. “O Sport Club Corinthians Paulista lamenta o falecimento do jogador Douglas Nunes, do futsal alvinegro, durante esta madrugada. Força aos familiares e amigos nesse momento tão difícil”, escreveu em suas redes sociais e site oficial.

Um pouco antes, na tarde do último sábado, o Corinthians Futsal perdeu de 5 a 3 para o Atlântico pelas semifinais da Taça Brasil. O alvinegro tem mais uma partida marcada para a próxima quarta-feira, também contra o adversário em Erechim, mas pela Liga Nacional de Futsal. Por conta da morte do jogador, a CBFS deve cancelar a final da competição entre Atlântico e Carlos Barbosa. O jogo estava previsto para acontecer às 13h45.

Douglas Nunes da Silva nasceu em São Caetano do Sul (SP) e ingressou no Corinthians em 2018, vindo da equipe do Kairat, do Cazaquistão. Com a camisa alvinegra, atuou em 56 partidas, 53 delas como titular, e marcou 21 gols. Em seu currículo, somava títulos da Liga Paulista, Super Liga, Copa Paulista, Copa do Cazaquistão e Eremo Cup, além de inúmeras passagens pela seleção brasileira.