<
>

Coritiba fica no empate com Operário e interrompe reação na Série B

Divulgação/CFC

Em um jogo tecnicamente fraco em Ponta Grossa, Operário e Coritiba ficaram no empate em 1 a 1, no Estádio Germano Krüger. O time de Vila Oficinas, que saiu na frente, chegou aos 15 pontos, na 12ª colocação. Já o Coritiba, que teve a sequência de vitória interrompida, agora soma 19 pontos, na sexta posição.

Em meio a um primeiro tempo truncado, o Operário encontrou o gol de abertura do placar aos 32 minutos, com Rodrigo aproveitando cobrança de escanteio. Depois do intervalo, Rodrigão, de cabeça, aos 25 minutos, deixou tudo igual.

Na próxima rodada, o Operário encara o Atlético Goianiense, terça-feira, no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia. Já o Coritiba encara o Botafogo-SP, segunda-feira, no Couto Pereira.

O jogo

A disputa começou com dois times se estudando em campo, muita marcação no meio-campo e pouca criatividade no ataque. Aos seis minutos, Luiz Henrique tentou o arremate de fora da área e carimbou a defesa alvinegra. Bom lançamento para Cleyton, aos oito minutos, e Sabino apareceu preciso para fazer o corte.

Os goleiros apenas assistiam ao jogo, já que a bola não chegava em finalizações perigosas. Aos 16 minutos, cobrança de falta para Cleyton, na entrada da área, e a bola carimbou a barreira. Rodrigão teve a primeira chance aos 18 minutos, disputando com a zaga, mas a bola saiu pela linha de fundo. Luiz Henrique aproveitou saída errada, aos 24 minutos, e acertou a zaga na hora do chute.

O Operário começou a sair mais para ao jogo e, aos 30 minutos, Allan Vieira cruzou fechado e ninguém conseguiu desviar para a rede. Até que, aos 32 minutos, Rodrigo aproveitou cobrança de escanteio para subir no meio da defesa e desviar no cantinho para abrir o marcador. Juan Alano partiu para a jogada individual, aos 40 minutos, e no momento do cruzamento Rodrigo apareceu para fazer o corte.

Para a segunda etapa, o Coritiba retornou com Giovanni no lugar de Luiz Henrique. Aos quatro minutos, Bruno Batata, que havia acabado de entrar, arriscou o tiro de longe, por cima da meta. Sem conseguir encaixar uma jogada de ataque se quer, o Alviverde viu o zagueiro Sabino, aos nove minutos, arriscar de muito longe e isolar a bola. Na resposta, Maílton chutou para defesa segura de Muralha.

A mudança de formação do Coritiba no intervalo não surtiu o efeito desejado e o time ainda era pressionado. Aos 14 minutos, Bruno Batata recebeu ótimo passe e chutou prensado pela defesa coxa-branca. Confusão na área alviverde, aos 23 minutos, após cobrança e falta de Maílton e, no meio do bate-rebate, a arbitragem parou o lance para notar impedimento.

O Coritiba conseguiu chegar ao empate com ele, Rodrigão, que, aos 25 minutos, aproveitou cobrança de falta de Giovanni para aparecer no meio da defesa e testar firme para marcar o nono dele na artilharia da Série B. O time visitante acordou e, aos 28 minutos, Thiago Lopes chutou no cantou pra Simão agarrar. Batatinha tentou ganhar da zaga, aos 34 minutos, e a bola ficou com Muralha. Aos 40, Jean Carlo chutou de longe para Muralha defender.

FICHA TÉCNICA:
OPERÁRIO 1 X 1 CORITIBA

Local: Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa (PR)
Data: 26 de Julho de 2019, sexta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
Cartões amarelos: Jardel, Marcelo, Maílton, Índio e Allan Vieira (Operário); Felipe Mattioni (Coritiba)
Gols: OPERÁRIO: Rodrigo, aos 32 minutos do primeiro tempo
CORITIBA: Rodrigão, aos 25 minutos do segundo tempo

OPERÁRIO: Simão; Maílton, Rodrigo, Lázaro e Allan Vieira; Índio, Felipe Augusto, Jardel e Marcelo (Lucas Batatinha); Cleyton (Jean Carlo) e Lucas Gaúcho (Bruno Batata). Técnico: Gerson Gusmão

CORITIBA: Alex Muralha; Felipe Mattioni, Walisson Maia, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Luiz Henrique (Giovanni), Thiago Lopes, Juan Alano (Igor Paixão) e Robson; Rodrigão. Técnico: Umberto Louzer