<
>

Londrina faz 2º tempo arrasador, vira sobre o Vitória e entra no G-4 da Série B

Divulgação/Londrina E.C.

O Londrina está no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Recebendo o Vitória na noite desta terça-feira, no estádio do Café, os donos da casa começaram mal, porém, reagiram no segundo tempo e conseguiram sair de campo com o importantíssimo triunfo por 3 a 1, de virada, graças aos gols de Anderson Oliveira (2) e Dagoberto. Felipe Gedoz abriu o placar.

Com o resultado, o Londrina foi a 20 pontos e desbancou a Ponte Preta do G-4. A equipe do interior paranaense passou a figurar entre os quatro primeiros colocados porque a Ponte acabou perdendo o confronto direto com o Bragantino, também nesta terça-feira.

O Vitória, por sua vez, segue capengando na Série B. Iniciando a rodada com o objetivo de sair da zona de rebaixamento, a equipe comandada por Osmar Loss somou sua oitava derrota na competição e permanecerá na 18ª colocação na tabela, com oito pontos.

O jogo

Logo aos oito minutos o Vitória mostrou a que veio. Matheus rocha recebeu na direita e cruzou na área, encontrando Anselmo Ramon, que cabeceou firme, no cantinho, tirando tinta da trave esquerda do goleiro Matheus Albino. O Londrina, por sua vez, respondeu aos 15, quando Alisson Safira tocou para trás ao impedir que a bola saísse pela linha de fundo, acionando Anderson Oliveira, que dominou dentro da área e soltou uma bomba, mas Martín Rodríguez fez grande defesa.

Mas, a paz dos torcedores do Londrina durou pouco. Pouco depois de os donos da casa quase abrirem o placar, Felipe Gedoz tratou de acabar com a festa no interior do Paraná. Aos 17, o meia cobrou falta colocada, por cima da barreira, e viu a bola ainda explodir na trave antes acabar no fundo das redes de Matheus Albino.

Daí em diante o Vitória se acomodou um pouco na partida e passou a não incomodar tanto quanto no início do jogo. Desta forma, a equipe rubro-negra acabou castigada pouco antes de ir para o intervalo, mais precisamente aos 44 minutos, quando Anderson Oliveira resolveu experimentar de muito longe e acabou tendo sucesso com seu arremate, deixando tudo igual no Estádio do Café.

Segundo tempo

Se o Londrina iniciou o primeiro tempo em marcha lenta, no começo da etapa complementar os donos da casa mostraram uma postura completamente diferente. Logo no primeiro minuto, o Tubarão não tomou conhecimento do Vitória e virou a partida com Dagoberto, que apareceu no lugar certo para completar o cruzamento rasteiro de Anderson Oliveira.

Dois minutos depois, aos três, o Londrina não desperdiçou o bom momento no jogo e tratou de ampliar com Anderson Oliveira, destaque da partida. Depois de marcar o primeiro gol e dar o passe para o segundo tento do Londrina, o atacante novamente foi às redes, desta vez acompanhando o raciocínio de Anderson Leite, que fez o corta-luz após passe de Dagoberto, e batendo sem chances para Martín Rodríguez.

E a vitória do Londrina só não se transformou em goleada porque Martín Rodríguez freou o ímpeto dos rivais. Aos 26 minutos, Raí Ramos decidiu arriscar de longe, forçando boa defesa do goleiro do Vitória. No rebote, o próprio Raí Ramos cruzou na cabeça de Dagoberto, que apareceu entre a defesa para arrematar, mas mandou para fora. Assim, coube ao Leão se conformar com mais uma derrota na Série B e a permanência na zona de rebaixamento da competição.

FICHA TÉCNICA:
LONDRINA 3 X 1 VITÓRIA

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data: 23 de julho de 2019, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)
Assistentes: Edson Antônio de Sousa (GO) e Hugo Sávio Xavier Corrêa (GO)
Gols: Felipe Gedoz, aos 17 do 1ºT (Vitória); Anderson Oliveira, aos 44 do 1ºT e 3 do 2ºT, e Dagoberto, ao 1 do 2ºT (Londrina)
Cartões amarelos: Marcondes, Augusto (Londrina); Felipe Gedoz (Vitória)

LONDRINA: Matheus Albino; Raí Ramos, Marcondes, Augusto (Silvio) e Matheus Bertotto (Bruno Paulista); Anderson Leite, Germano e Anderson Oliveira; Paulinho Moccelin (Luidy), Alisson Saifra e Dagoberto. Técnico: Alemão

VITÓRIA: Martín Rodríguez; Matheus Rocha, Everton Sena (Bruno Bispo), Ramon e Chiquinho; Baraka, Léo Gomes e Felipe Gedoz (Nickson); Ruy (Thiaguinho), Wesley e Anselmo Ramon. Técnico: Osmar Loss