<
>

Palmeiras nega proposta da Lazio por Gustavo Gómez e diz que só ele pode decidir se vende o zagueiro

play
César Grafietti coloca Palmeiras e Flamengo em outro patamar do ponto de vista financeiro: 'Jogam uma liga diferente do resto' (1:12)

Segundo o economista, com receitas e gestão melhores, os clubes vivem 'mundo diferentes' (1:12)

Na última segunda-feira, o o jornal paraguaio ABC Color publicou que a Lazio, da Itália, realizou uma proposta de compra do zagueiro Gustavo Gómez junto ao Milan, clube que detém seu passe.

Segundo a publicação, o clube celeste teria oferecido US$ 10 milhões (cerca de R$ 37,62 milhões) pelo paraguaio. O valor é um pouco superior aos US$ 8 milhões pagos pelo Milan para tirar o defensor do Lanús, da Argentina, em 2016.

A ESPN apurou, no entanto, que nenhum tipo de comunicado ou sondagem sequer chegou ao Verdão até o momento.

Nos bastidores da equipe, há segurança na permanência do defensor, já que, quando foi feito o prolongamento do empréstimo de Gómez até janeiro de 2020, ficou acordado que o único que pode decidir se vende ou não o atleta é o próprio Palmeiras.

Ou seja: há o entendimento no Palestra Itália que o Milan não pode interferir nesta questão, mesmo se os rubro-negros considerarem vantajosa a possível proposta da Lazio.

A reportagem também apurou que o Verdão não topará vender Gustavo de jeito nenhum, já que considera o estrangeiro como essencial para os objetivos da temporada, que são os títulos do Campeonato Brasileiro, da Copa do Brasil e da Libertadores.

O paraguaio soma 21 jogos e 4 gols marcados pelo Alviverde em 2019. Recentemente, ele se destacou também pela seleção de seu país na disputa da Copa América, o que acabou chamando a atenção de clubes do exterior.

O plano do Palmeiras é finalizar a compra de Gómez no ano que vem, por 3 milhões de euros (R$ 12,65 milhões), assinando com ele um vínculo até 2021.