<
>

Botafogo já tem estratégia para quitar salários atrasados

Clube carioca vive momento financeiro conturbado (Foto: Vitor Silva/BFR)

A diretoria do Botafogo já tem a sua estratégia para quitar os dois meses de salários atrasados e evitar que a dívida atinja o terceiro mês, o que daria aos atletas oi direito de pleitear na Justiça a sua liberação sem a necessidade de pagamento de multa, já que ficaria caracterizada rescisão unilateral de contrato. O clima em General Severiano está péssimo pois o plantel vem se recusando a conceder entrevistas e participar de ações de Marketing por conta da dívida.

Os detalhes dessa estratégia não foram divulgados, porém, os dirigentes deixaram a reunião de conselheiros e notáveis do clube bem mais otimistas na noite de segunda-feira. Parte da solução passa pela receita de cerca de R$ 3 milhões que passará a entrar mensalmente nos cofres do clube a partir de janeiro, quando o Alvinegro volta a receber percentual de assinaturas de pay per view. Essa quantia estava comprometida por conta de adiantamentos de cotas de televisão.

Atualmente a folha salarial do Botafogo gira em torno de R$ 3 milhões, valor que estaria coberto com a chegada da nova receita. Mas ainda restariam os R$ 6 milhões am aberto atualmente e os R$ 3 milhões antes dessa cota entrar. A quantia, porém, está sendo buscada junto a alguns empresários, dispostos a pegar empréstimos tendo como garantia receitas futuras.

Dentro de campo o elenco iniciou nesta terça-feira a sua preparação para o duelo contra o Santos previsto para este domingo, às 11h(de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.