<
>

'Eu me identifico com Neymar e Robinho', diz Rodrygo em coletiva de apresentação no Real Madrid

Rodrygo chegou ao Real Madrid sem medo de polêmicas. Tentando se comunicar em espanhol,até com relativo sucesso, o atacante chegou ao clube merengue dizendo se inspirar em Neymar, ídolo do Barcelona, e Robinho, que não teve sucesso no clube madridista.

O contexto, no entanto, foi apenas futebolístico:

"Sou um atacante rápido, gostos de fazer muitos gols, e de bater a gol. Sou brasileiro, muitos brasileiros tem estas características como Robinho, Neymar… São jogadores com os quais me identifico", disse o novo camisa 19 madridista.

O jogador, acompanhado de sua família (irmã e pais), concedeu entrevista coletiva ladeado por Florentino Pérez, presidente do clube. Com ele, sentaram-se também à mesa, entre outros, Juni Calafat (brasileiro que é diretor no clube), Emilio Butragueño, Raúl y Roberto Carlos, ex-jogadores do Real.

Deixou boa impressão o fato de o ex-santista ter tentado falar em espanhol no evento. Após a exibição de um vídeo com imagens da carreira dele,foi a vez de o presidente do clube falar.

Com muita deferência, Pérez falou da evolução do atleta, à qual chamou de espetacular. Ele ainda alertou Rodrygo quanto ao fato de a torcida ser muito exigente.

"Querido Rodrygo, é hoje o dia. Começa agora um período transcendental da sua carreira, já que em breve vai vestir a camisa branca", disse.

"Você deve saber da exigência máxima de nosso clube, é uma marca de distinção (...) Bem-vindo à sua casa", disse.

O atacante falou também sobre as comparações com Neymar. "Não (gostaria de ser o Neymar do Real Madrid). Gostaria de ser o Rodrygo do Madrid. Neymar nunca vai existir outro".

Rodrygo também foi perguntado como seria jogar com o atual craque do PSG no Real. "Neymar é um grande jogador, mas está em outro clube e não posso falar sobre isso".

Rodrygo chamou sua chegada ao clube, com quem negociou por 20 minutos antes de assinar, conforme disse, de realização de um sonho. Disse que conversou com Vinicius Jr. desde o dia em que acertou a transferência

Sobre Zidane, com quem ainda não conversou, ele foi só elogios e disse que espera tê-lo como chefe. Por outro lado,colocou-se à disposição de clube para atuar no pelo time B do clube, se for necessário.

"O Madrid sempre vai ter os melhores do mundo. Vou ter muita concorrência. Estou à disposição do clube para jogar no time principal, no Castilla.. Estou à disposição do clube", afirmou, antes de ir para o gramado, pela primeira vez, com a camisa da equipe.