<
>

Bragantino bate o América-MG e se isola na liderança da Série B

América

O Bragantino não teve grandes dificuldades para bater o América-MG, por 2 a 0, em duelo disputado na noite desta terça-feira, em São Paulo, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o resultado, o Bragantino se distancia dos adversários na liderança da segundona, com 19 pontos, já que Londrina e Botafogo-SP, equipes que estavam empatadas em pontos, perderam na rodada. Já o América amarga a penúltima colocação, com cinco tentos somados, apenas uma vitória.

O clube da casa usou a força de jogar em casa e aproveitou sua boa maneira de atuar para garantir o resultado, melhorar sua situação e complicar um pouco mais a vida do América-MG na competição.

As equipes agora param para a disputa da Copa América. O América-MG vai aproveitar o tempo para conseguir melhorar sua condição na tabela na luta contra a Série C. Já o Bragantino quer utilizar o tempo para trabalhar ainda mais no sonho em alcançar a primeira divisão. A segunda divisão retorna no dia 13 de julho, sábado, mas os horários das partidas ainda não foram divulgados.

O jogo

Aproveitando o fato de jogar em casa, o Bragantino queria mais uma vitória para não fazer como seus adversários na luta pela primeira colocação e perder na rodada. Por isso, a equipe fez o que costuma mostrar nesta segunda divisão: foi vertical, teve postura agressiva, partiu para cima querendo resultado logo a situação.

Logo aos 7, a equipe da casa chegou com bastante perigo, com Claudinho que chutou forte após jogada individual e levou perigo ao goleiro Thiago.

O América tentava cadenciar o jogo, trocar passes e segurar o Bragantino. Com uma postura um pouco fechada, o time paulista não tinha facilidade para encontrar espaços, nem pelos lados, tampouco no meio.

O Bragantino seguiu com a postura de se mandar para o ataque e tentar a melhor jogada em busca de abrir o placar. O primeiro tento aconteceu aos 26. Após cobrança de escanteio pela esquerda, Thiago Neves colocou na medida para Claudinho que mandou para o fundo da rede.

O América conseguiu responder aos 32 minutos. Em boa chegada ao ataque, Marcelo Toscano mandou para Juninho que tocou na saída do goleiro, mas a redonda ficou com a zaga após a defesa. Rafael Bilu pegou a bola em seguida, mas o arqueiro trabalhou novamente.

Na etapa complementar, o Bragantino voltou da mesma maneira: mais posse de bola, mais poder ofensivo, melhor tecnicamente. A receita certa para ampliar o placar. Era só pressionar que isso aconteceria.

Aos 6, em vacilo de Paulão, Wesley deixou a bola para Thiago Ribeiro e depois mandou para Claudinho que não consegue ampliar. Minutos depois o árbitro marca um pênalti, que gerou muita reclamação dos jogadores do América. Isso porque a bola tocou na mão de Zé Ricardo, segundo interpretação do juiz.

Na cobrança, aos 14, Ytalo colocou quase no meio do gol e viu o goleiro Thiago cair para o lado esquerdo.

Com o placar ampliado, o Braga não colocou mais sua força total em campo. Por sua vez, o América não conseguia criar nada para tentar diminuir e voltou para Belo Horizonte com a dura reflexão de mais uma derrota e a penúltima colocação da competição.

FICHA TÉCNICA:
BRAGANTINO 2 X 0 AMÉRICA-MG

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, São Paulo
Data: Terça-feira, 11 de junho de 2019
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: Luciano Benevides de Sousa (DF) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF)
Cartões amarelos: Neto Berola, Leandro Silva (América)
Gols: Claudinho, aos 26 do primeiro tempo, Ytalo, aos 14 do segundo tempo (Bragantino)

BRAGANTINO: Júlio César, Aderlan, Rayan, Ligger, Edimar, Barreto, Uillian Correia, Yatalo (Pio), Claudinho, Wesley (Roberson), Thiago Ribeiro (Bruno Tubarão). Técnico: Antônio Carlos Zago

AMÉRICA-MG: Thiago; Leandro Silva, Paulão, Ricardo Silva, João Paulo, Luiz Fernando (Willian Maranhão), Zé Ricardo (Matheusinho), Juninho, Marcelo Toscano (Neto Berola), Felipe Azevedo, Rafael Bilu. Técnico: Maurício Barbieri