<
>

Inglaterra vence Suíça nos pênaltis e fica com terceiro lugar da Liga das Nações

Neste domingo, Suíça e Inglaterra se enfrentaram pela disputa de terceiro lugar da Liga das Nações da Uefa. No Estádio Dom Afonso Henriques, na cidade de Guimarães, em Portugal, quem levou a melhor foram os britânicos. Após um duelo equilibrado e um empate sem gols no tempo normal, a igualdade persistiu na prorrogação e a decisão foi para os pênaltis: 6 a 5, com Drmic desperdiçando a cobrança decisiva.

Vale lembrar que a grande final do mais novo torneio de seleções europeias acontecerá ainda neste domingo. Portugal e Holanda se enfrentam no Estádio do Dragão, também em Portugal, a partir das 15h45 (no horário de Brasília).

O Jogo

Quem começou melhor a partida, como esperado, foi a Inglaterra. Logo aos três minutos, Harry Kane recebeu dentro da área e bateu com força, carimbando o travessão e assustando a Suíça logo de cara.

Aos 14, foi a vez de Sterling levar perigo ao gol adversário. O atacante encontrou um espaço ao invadir a área e bateu rasteiro, obrigando Sommer a cair para defender no canto esquerdo.

Apesar do bom início, os ingleses perderam intensidade e não conseguiram manter o ritmo. A Suíça equilibrou as ações e também passou a se arriscar mais ofensivamente. Todavia, o goleiro Pickford foi pouco exigido no primeiro tempo.

A primeira boa chance da etapa final surgiu nos pés de Xhaka, dentro da área, batendo firme no canto esquerdo. Pickford, aí sim, voou para espalmar.

Aos 23, Alexander-Arnold respondeu com um chute de fora da área, que passou pouco acima do travessão.

Com 32 rodados, foi a vez de Zuber desperdiçar uma boa chance, jogando para fora a finalização de dentro da área.

A cinco minutos do fim, a Inglaterra até balançou a rede, mas viu o VAR anular o gol de Callum Wilson, que daria a vitória no tempo regulamentar. Com o zero no placar, a partida foi para a prorrogação.

Mais inteira, a seleção britânica passou a pressionar os suíços na etapa complementar. Dier foi o primeiro a levar perigo, logo aos seis minutos, ficando a centímetros do gol após cabeceio. Pouco depois, Sterling perdeu ótima chance dentro da área, chutando mal, nas mãos de Sommer.

A melhor oportunidade da prorrogação foi a três minutos do fim. Em cobrança de falta frontal, Sterling carimbou o travessão da Suíça. A bola, de fato, não entrou, e a decisão foi para os pênaltis.

Se, com a bola rolando, o gol não saiu, nas penalidades, por outro lado, as equipes tiveram ótimo aproveitamento. Nenhum erro na série normal. Nas alternadas, porém, Dier balançou a rede e Drmic perdeu: 6 a 5, placar final, e Inglaterra terceira colocada da Liga das Nações.