<
>

Real Madrid já 'monopoliza' principais movimentações no mercado; veja as 10 transferências mais caras

As principais competições do futebol europeu mal acabaram, e o mercado de transferências já tem proporcionado negócios bombásticos e milionários. Com isso, o ESPN.com.br listou quais são as dez contratações mais caras da janela de verão de 2019 por enquanto.

Até o momento, três clubes têm chamado mais atenção. O Real Madrid é o com mais nomes no top 10: três reforços. E a lista (ainda) não leva em conta Eden Hazard, que deve se transferir do Chelsea ao clube espanhol por 99,7 milhões de euros, o que seria a contratação mais cara deste mercado até o momento.

O Borussia Dortmund possui dois nomes na relação, e vale mencionar que os aurinegros são os responsáveis também pelo 11º negócio mais caro - Julian Brandt, ex-Bayer Leverkusen, custou 25 milhões de euros.

Já o Bayern de Munique aparece duas vezes na lista, tendo inclusive o jogador mais caro desta janela.

Todos os valores mencionados são do site Transfermarkt.

1) Lucas Hernández

De/para: Atlético de Madrid/Bayern de Munique
Valor: 80 milhões de euros

O Bayern de Munique anunciou a contratação do zagueiro/lateral francês em 27 de março. O valor não é só o maior desembolsado no mercado até aqui, como também a contratação mais cara da história na Bundesliga.

2) Frenkie de Jong

De/para: Ajax/Barcelona
Valor: 75 milhões de euros

Um dos grandes destaques do Ajax, que foi a sensação da última temporada, o meio-campista logo foi ligado a diferentes clubes. O Barcelona, ainda em janeiro, se apressou e contratou o atleta por 75 milhões de euros – o valor pode subir para 86 milhões por conta de variáveis.

3) Luka Jovic

De/para: Eintracht Frankfurt/Real Madrid
Valor: 60 milhões de euros

O atacante foi um dos destaques da última temporada ao marcar 17 gols na Bundesliga e dez na Liga Europa pelo Eintracht Frankfurt. O desempenho despertou o interesse do Real Madrid, que desembolsou 60 milhões de euros pelo atacante de 21 anos. Antes, os alemães tinham desembolsado 5 milhões de euros pela opção de compra que tinham direito - ele estava emprestado pelo Benfica.

4) Éder Militão

De/para: Porto/Real Madrid
Valor: 50 milhões de euros

Antes de Jovic, o Real já havia confirmado em 14 de março a chegada de Éder Militão por 50 milhões de euros. A venda ocorreu menos de um ano depois de o atleta ter trocado o São Paulo pelo Porto em um negócio que custou 7 milhões de euros.

5) Rodrygo

De/para: Santos/Real Madrid
Valor: 45 milhões de euros

Completando a trinca de investimentos dos merengues, o clube havia fechado a contratação de Rodrygo em junho de 2018. Porém, a transferência irá se concretizar apenas agora, já que o atleta completou 18 anos de idade somente em janeiro.

6) Raúl Jiménez

De/para: Benfica/Wolverhampton
Valor: 38 milhões de euros

Depois de ter defendido o Wolverhampton por empréstimo na última temporada, tendo marcado 17 gols em 44 jogos oficiais, o atacante de 28 anos acabou permanecendo em definitivo. O clube pagou 38 milhões de euros pelo mexicano, que virou a contratação mais cara da história dos Wolves.

7) Benjamin Pavard

De/para: Stuttgart/Bayern de Munique
Valor: 35 milhões de euros

Antes de Lucas Hernández, o Bayern de Munique já havia contratado outro campeão do mundo com a França em 2018. Benjamin Pavard, que também atuar de zagueiro e lateral, está acertado desde janeiro com os bávaros. Antes de se transferir, ele acabou rebaixado no Campeonato Alemão com o Stuttgart.

8) Kerem Demirbay

De/para: Hoffenheim/Bayer Leverkusen

Valor: 32 milhões de euros

Antes de perder Brandt para o Borussia Dortmund, o Bayer Leverkusen já tinha desembolsado 32 milhões de euros para contar com Kerem Demirbay. O meio-campista teve uma boa passagem pelo Hoffenheim, a ponto de ter integrado a seleção alemã na disputa da Copa das Confederações.

9 e 10) Nico Schulz e Thorgan Hazard

De/para: Hoffenheim e Borussia Mönchengladbach/Borussia Dortmund

Valor: 25,5 milhões de euros (cada)

O Borussia Dortmund pagou 25,5 milhões de euros por cada um dos dois. O lateral esquerdo Nico Schulz fez ótima temporada no Hoffenheim e se estabeleceu na seleção da Alemanha. O meia Thorgan Hazard era um dos destaques do Borussia Mönchengladbach.