<
>

Palmeiras domina Bola de Prata ESPN após a 7ª rodada; Gabigol entra na seleção

Líder isolado do Brasileirão, atual campeão, invicto há 30 rodadas: esse é o Palmeiras que vem sobrando na competição e também no 50º prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet.

Após mais uma vitória, desta vez por 2 a 1 sobre a Chapecoense, o time de Felipão fechou a rodada novamente com oito jogadores na seleção dos melhores do campeonato.

O meia Zé Rafael, que havia ficado de fora da seleção do Bola de Prata na última rodada, recuperou a posição perdida para Thiago Galhardo após boa exibição e uma assistência. Dudu, autor de um dos gols da vitória, segue como o Bola de Ouro e caminhando firme para ser premiado pelo terceiro ano seguido.

Ao final dessa 7ª rodada, a seleção do Bola de Prata contou com mais duas mudanças. Uma na lateral esquerda, onde Fábio Santos, do Atlético-MG, desbancou o palmeirense Diogo Barbosa. Vencedor do prêmio em 2016, o experiente lateral fez um dos gols da goleada sobre o CSA por 4 a 0, no Independência.

Já a outra mudança foi entre os centroavantes, onde Gabigol, após marcar dois na vitória do Flamengo sobre o Fortaleza, assumiu a liderança, deixando Guerrero na segunda colocação.

A seleção do Bola de Prata após a 7ª rodada ficou assim: Weverton (Palmeiras), Marcos Rocha (Palmeiras), Gustavo Gómez (Palmeiras), Luan (Palmeiras) e Fábio Santos (Atlético-MG); Felipe Melo (Palmeiras), Bruno Henrique (Palmeiras) e Zé Rafael (Palmeiras); Dudu (Palmeiras), Rodrygo (Santos) e Gabriel (Flamengo).

Desde 2017, o prêmio conta com a pontuação composta por 40% de estatísticas (o Algoritmo DataESPN) + 60% das notas dos jornalistas.