<
>

Gattuso deixa o Milan e abre mão de quase R$ 25 milhões por amor ao clube

Gattuso não será o técnico do Milan na temporada 2019-20.

O italiano de 41 anos confirmou que abrirá mão do restante do seu contrato, que tem duração até o fim de 2021, e dos 5,5 milhões de euros (R$ 24,9 mi) que ainda receberia no comando do clube.

"Decidir deixar o cargo do Milan não é fácil, mas é uma decisão que precisei tomar", disse Gattuso, em entrevista para o jornal La Repubblica.

"Não houve apenas um momento, mas a soma de 18 meses de treinamento de uma equipe que, para mim, nunca será como as outras. Meses que vivi com grande paixão, meses inesquecíveis", comentou ele.

"Minha decisão é sofrida, mas ponderada. Abro mão de dois anos de contrato? Sim, porque minha história com o Milan não poderia mais ser uma questão de dinheiro", completou Gattuso.

Apesar de ter liderado o Milan à melhor campanha desde 2013-14 na Serie A do Italiano, o técnico não conseguiu a vaga para a Champions League.

Gattuso assumiu o comando do time no final de 2017, depois da demissão de Vincenzo Montella. Ele havia assinado a renovação até 2021 em abril de 2018. Como jogador, o ex-volante venceu dois títulos do Italiano, dois da Champions e um Mundial de Clubes.