<
>

Renato Gaúcho responde críticos do Grêmio: 'Os cornetinhas têm que achar água no deserto'

play
Renato Gaúcho manda recado aos 'cornetinhas' e é analisado no Linha de Passe; Gian fala em 'modo Mourinho' (4:24)

'Para os cornetinhas ou para alguém que está com amnésia: dois anos e meio, seis títulos', falou o treinador após o empate do Grêmio contra o Juventude. (4:24)

O Grêmio, tão elogiado e tão glorioso nos últimos anos, está passando por um período difícil na temporada. O clube tricolor começou muito mal o Campeonato Brasileiro – é o vice-lanterna após cinco rodadas – e está há três jogos sem vencer, sendo o último o empate sem gols com o Juventude, fora de casa, nesta quarta-feira, pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Na entrevista coletiva após o jogo no estádio Alfredo Jaconi, o técnico Renato Gaúcho manifestou-se em meio às críticas ao time dele e foi enfático ao falar que não há qualquer tipo de crise.

“Eu acho que está faltando um pouco de educação para algumas pessoas da imprensa. O Grêmio conquistou seis títulos em dois anos e meio, Para os cornetinhas, que querem criar alguma coisa dentro do clube, não vão conseguir de maneira alguma. Agora, querer fazer uma crise, não vão. O que os cornetinhas falarem vai entrar por um ouvido e sair pelo outro, estão fazendo uma tempestade em copo d'água”, afirmou o treinador.

“De repente, algum cornetinha não está feliz com isso, porque o time deles não dá volta olímpica há muito tempo. Se estão insatisfeitos com o time deles, seja lá qual for, problema deles. Os cornetinhas têm que achar água no deserto. Estamos fechados, do presidente ao roupeiro. Vamos seguir trabalhando. Enquanto eu estiver no Grêmio, não vai ter crise.”

A equipe tricolor voltará a campo no sábado, quando receberá o Atlético-MG, às 19h (de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro. Quatro dias depois, o time voltará a atuar em seu estádio, onde enfrentará o Juventude pelo confronto de volta da Copa do Brasil.