<
>

Cruzeiro: Vice-presidente explica reunião com grupo e coloca clube como 'papa-títulos do Brasil'

play
Zé Elias diz que Thiago Neves deveria conceder entrevista para esclarecer polêmica: 'Na rede social, só ele fala' (2:12)

Meia do Cruzeiro usou Instagram para negar 'complô' contra treinador Mano Menezes (2:12)

O vice-presidente do Cruzeiro, Itair Machado, convocou nesta terça-feira (21), juntamente com Henrique, o capitão do time, uma entrevista coletiva para comentar a reunião da diretoria com jogadores e comissão técnica.

Na conversa, que teve tom ríspido, com trocas de farpas com alguns jornalistas, Machado garantiu a permanência do técnico Mano Menezes e atribuiu aos jogadores, com anuência de Henrique, o mau momento do time.

"Em momento algum, eu pensei em tirar o (técnico) Mano Menezes. Até porque, a gente sabe, os jogadores sabem, que o problema é dos jogadores nesse momento, é o time que está jogando mal", afirmou o dirigente.

"A gente sabe a importância do treinador e tem que saber a hora que a culpa é dos jogadores que estão no campo. Nosso time foi mal fora de casa, e mesmo não sendo grandes coisas em casa, fizemos os pontos", disse.

"Não há motivo para trocar de treinador, em anos anteriores passamos por isso, nos recuperamos e fomos campeões", disse ele.

Segundo Itair, a reunião não teve tom de cobrança.

"A palavra que usamos na reunião foi de alerta e não de cobrança. Foi uma reunião construtiva, com, a certeza de de que precisamos mais e precisamos vencer o Brasileirão. Queremos ganhar as três competições. Recuperar o bom futebol", disse.

Machado confirmou que o clube tem como principal objetivo no ano a Libertadores, até por terem ganhado a Copa do Brasil em anos recentes.

"O Cruzeiro precisa ganhar o Brasileiro. Para muitos, somos os 'papa-títulos'. E vamos brigar pelas três competições Se vamos ganhar, o destino vai dizer, mas vamos trabalhar", afirmou.

O vice-presidente também negou que haja qualquer atraso de pagamentos no clube, seja de salários ou de premiações. E mostrou-se muito contrariado com notícias dando conta que, segundo ele, Mano Menezes estaria emprestando dinheiro ao clube.

"Fiz questão de trazer o capitão para dizer que, infelizmente para alguns, os salários está em dia e não temos um grupo rachado. Fizemos uma reunião rotineira e queremos tranquilizar a torcida, porque sabemos que nossos resultados fora de casa não estão bem", disse.

MINEIRÃO

Itair Machado até comentou, por alto, a CPI do MIneirão, que investiga irregularidades na administração do estádio por parte da empresa Minas Arena.

"Acho que esse é até um assunto do nosso jurídico. Cabe ao governo e aos deputados, e que seja decidido o melhor para os cofres do Estado", diz.

"É lógico que o Cruzeiro quer assumir a administração do Mineirão", diz. "Nossa relação com a Minas Arenas não é boa e nem queremos que seja", disse.

Por conta do imbróglio, o Cruzeiro terá de enfrentar a Chapecoense no sábado, às 19h, no Independência. Para esse jogo, o clube vai colocar os ingressos a preços menores a R$ 10 e R$ 20.