<
>

Jornal de Manchester dá lição de casa para United contratar: Assistir filme 'Moneyball', com Brad Pitt

play
Rafa Oliveira analisa ano de Pogba na Premier League: 'Em nenhuma das hipóteses estaria na seleção' (0:37)

Comentarista afirmou que meia teve grandes atuações, mas em um 'período curto na temporada' (0:37)

O jornal Manchester Evening News deu uma "lição de casa" para o Manchester United fazer antes da abertura da próxima janela de transferências: assistir ao filme "Moneyball', de 2011, que estrelou Brad Pitt, Jonah Hill e Philip Seymour Hoffman e concorreu a seis Oscars.

A obra conta a história de Billy Beane, lendário general manager do Oakland Athletics, da MLB (liga de beisebol dos Estados Unidos e Canadá).

Em 2002, Beane, ao lado de seu assistente Paul DePodesta, desenvolveu um método inovador de contratações e avaliações baseado em estatísticas não-tradicionais, e fez uma verdadeira revolução em sua equipe, permitindo a saída de estrelas decadentes, que receberam propostas de outras franquias, e contratando atletas desconhecidos e baratos para suas vagas, com base em critérios específicos.

Inicialmente, a tática foi recebida com ceticismo por comissão técnica, diretoria e torcida. No entanto, a equipe de Oakland rapidamente se acertou e emplacou uma série de 20 vitórias seguidas (e gastando quase nada em salários), apesar de não ter sido campeã da World Series.

Ao final da temporada, Beane recebeu uma proposta do poderoso Boston Red Sox, mas não aceitou e permaneceu no Athletics. O Red Sox, por sua vez, colocou o método conhecido como "Sabermetric" em prática, e acabou com seu jejum de 86 anos sem ser campeão em 2004.

De acordo com o Manchester Evening News, o técnico Ole Gunnar Solskjaer e o diretor-executivo do United deveriam assistir ao filme não só para aprender o método estatístico de Beane, mas também a maneira como ele geria o elenco.

"Há algumas cenas que Solskjaer deveria prestar atenção, como a que Jeremy Giambi está dançando no vestiário depois de uma derrota. Beane, representado por Brad Pitt, entra com um taco de beisebol e destrói o rádio que tocava a música", lembrou o jornal.

"Em seguida, Beane pergunta: 'É divertido perder?'. Ninguém responde. 'É divertido perder?', ele grita. Novamente, ninguém responde. 'Então, por que vocês estão se divertindo'. Em seguida, ele arremessa o taco e ergue a mão, apontando o dedo para o alto quando finalmente todos ficam em silêncio: 'Esse é o som da derrota'", completou.

O diário ainda lembra que Arsene Wenger, lendário ex-técnico do Arsenal, usou por anos os métodos de Billy Beane para contratar jovens atletas para os Gunners, principalmente no futebol francês e africano.

Outro atleta "descoberto" através do "Sabermetric" foi N'Golo Kanté, que custou quase nada ao pequeno Cannes, da França, antes de ir para o Leicester City e participar da milagrosa conquista da Premier League do clube. Hoje, ele é titular do Chelsea e da seleção francesa.