<
>

Manchester United empata com lanterna da Premier League e fica sem chances de ir para a Champions

Brigando por uma vaga na próxima Champions League, o Manchester United não poderia querer algo melhor que um confronto com o Huddersfield, lanterna e já rebaixado na Premier League. Mas o sonho virou pesadelo.

O empate em 1 a 1 marcou a quinto jogo seguido dos Red Devils sem vitória e quebrou a sequência de oito derrotas seguidas do lanternina inglês. Além disso, acabou com qualquer chance da equipe do Old Trafford voltar à maior competição de clubes da Europa.

Para completar o cenário triste do United neste final de temporada, esta foi a 14ª partida seguida em que o time sofreu um gol, uma marca só superada na história do clube pelos 16 jogos sendo vazados em 1970. Trata-se também da pior sequência da história da Premier League, com 10 jogos tendo a defesa vazada.

Com 66 pontos, na sexta posição, Solskjaer terá que se contentar com a Europa League.

FAZENDO O MÍNIMO

O Huddersfield passou os primeiros 20 minutos de jogo sem conseguir passar do meio de campo com a bola dominada. Para piorar, ainda colaborou de todas as formas para que o United saísse em vantagem.

Logo aos oito minutos os Red Devils trocavam passe e tiveram primeira a ajuda de um defensor. Mas quem ajudou mesmo foi o goleiro Lössl, que aceitou sem muito esforço o chute de fora da área de McTominay.

O United parecia ter uma ótima oportunidade de golear e reduzir a desvantagem no saldo de gols para o Chelsea. Mata teve uma boa chance aos 24, e Pogba acertou o travessão aos 41. Mas também houve momentos de tensão.

Quando o jogo parecia nas mãos do time de Manchester, o ritmo caiu o os donos da casa chegaram a merecer o empate. A igualdade ficou perto de acontecer aos 38, após a bobeada da defesa. Mbenza saiu na cara do gol, mas De Gea fechou bem o ângulo e fez a importante defesa.

UNITED SE COMPLICA

Aos 14 minutos do segundo tempo, o Manchester United retribuiu. Era uma cobrança de escanteio para o United, mas o goleiro Lössl ficou com a bola e armou o contra-ataque rápido, lançando para Mbenza. Shaw falhou feio na tentativa de corte e o belga colocou no meio das pernas de De Gea para deixar tudo igual.

O United tentou evitar o cenário catastrófico que se desenhava. As melhores chances surgiram nos minutos finais, primeiro com o estreante Tahith Chong, que parou em Lössl aos 42, e logo em seguida com Pogba, que mais uma vez parou no travessão.

O Huddersfield também levou perigo, exigindo uma boa defesa de De Gea, mas o placar já estava definido, para desespero do torcedor do Manchester United.

NA ÚLTIMA RODADA

Já sem chances de Champions, o United receberá o já rebaixado Cardiff City em Old Trafford, no próximo domingo, às 11 horas (de Brasília). Já o Huddersfield se despede da Premier League contra o Southampton, no mesmo dia e horário.