<
>

São Paulo: Gonzalo Carneiro pede contraprova de exame que atestou uso de cocaína

play
Cuca conta conversa que teve com Gonzalo Carneiro e comenta doping do atacante (1:32)

Atacante do São Paulo foi pego no doping por suspeita de uso de cocaína (1:32)

O uruguaio Gonzalo Carneiro, do São Paulo, entrou com o pedido de contraprova do exame que atestou o uso de cocaína do jogador. O atacante foi flagrado em exame antidoping após a derrota para o Palmeiras por 1 a 0, pela 1ª fase do Campeonato Paulista, no último dia 16 de março.

Vale lembrar que Carneiro não terá de realizar novo exame de urina. O que a Associação Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) irá fazer é simplesmente analisar a mesma urina que foi examinada no primeiro teste, que deu positivo para a presença de substâncias da cocaína.

Caso o exame dê positivo novamente, Carneiro seguirá sem poder atuar pelo São Paulo e passará a aguardar o julgamento que determinará sua pena. O trâmite pode durar meses, uma vez que o Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem atende a uma alta demanda de casos no Brasil.

Para o novo teste, a Federação Paulista de Futebol e a ABCD contarão com a presença de Gonzalo Carneiro e seu staff, incluindo um advogado. A data da avaliação, porém, depende do laboratório contratado para a realização do exame.

Com contrato até março de 2021, Carneiro pode ter seu vínculo rescindido com o São Paulo caso o novo teste de sua urina dê positivo para o uso de cocaína. No momento, a diretoria e comissão técnica planejam dar todo o suporte ao atleta, como foi feito com Régis, ainda que esportivamente o clube não tenha qualquer retorno com ele.